Foto: Orlando Kissner/Tribuna
Renan afirma que a partir
de agora o time terá pela
frente só jogos decisivos.
Para ele, acabou a fase
de preparação.

O Coritiba entra em campo hoje para disputar um jogo que pode ser decisivo para o futuro alviverde no Campeonato Paranaense. A partida contra o Roma, às 20h30 no Couto Pereira, além de garantir definitivamente a classificação à segunda fase, pode dar ao Coxa a condição de líder do Grupo B, caso o Paraná Clube vença a Adap, no Pinheirão, amanhã.

Terminar a fase de classificação na liderança é considerado muito importante pelo elenco coxa-branca. ?Vamos brigar pelo primeiro lugar, para ter a vantagem de decidir em casa?, diz o zagueiro Henrique.

A partir das quartas-de-final, o clube com melhor campanha tem a vantagem de fazer o jogo de volta em seu estádio.

Enquanto a diretoria procura um novo treinador, a equipe coxa-branca segue sob o comando do interino Cláudio Marques. Ele confirmou ontem a manutenção do mesmo time que venceu o Londrina por 2 a 1, no último domingo. A única novidade vai estar no banco de reservas. O zagueiro Marcelo Batatais cumpriu a suspensão automática pela expulsão no clássico contra o Paraná, mas não ganhou espaço na defesa formada por Anderson e Henrique.

Se tem quase todo o elenco à disposição para o jogo de hoje, Cláudio Marques pode ter problemas para a partida contra a Adap, no próximo domingo, em Campo Mourão. Nove jogadores estão pendurados com o segundo cartão amarelo: Eanes, Jackson, Jeferson, Renan, Ricardinho, Índio, Iverton, Julinho e Ludemar. Se algum deles for advertido esta noite, fica de fora da decisão do primeiro lugar.

A partir de agora, o grupo alviverde considera que o período de preparação para a temporada chegou ao fim. ?Agora a gente só tem jogo decisivo até o final do ano. Depois dessas duas próximas partidas já vem a Copa do Brasil e as finais do campeonato estadual. E daí já começa o Brasileiro. Não tem mais jogo de preparação. Isso é muito bom, já que todo jogador gosta de partidas decisivas?, comemora o meia Renan.

CAMPEONATO PARANAENSE
1.ª fase ­ 13.ª rodada
Árbitro: Héber Roberto Lopes
Assistentes: Bernélio Sérgio Lima e José Walmir de Carvalho Pereira
Local: Couto Pereira, em Curitiba
Horário: 20h30

CORITIBA x ROMA

Coritiba
Arthur; Wilton Goiano, Henrique, Anderson e Ricardinho; Peruíbe, Jackson, Renan e Guaru; Eanes e Jefferson. Técnico: Cláudio Marques.

Roma
Reinaldo; Guaru, Cristiano, Carlão e Thiago; Alexandre Pitbull, Samuel, Amaral e Tony; Baiano e Felipe. Técnico: Claudemir Sturion.

Levir aparece como forte candidato a comandar o Coxa

Enquanto o Coritiba não define quem será seu treinador para o restante da temporada, dois nomes ganham força nos bastidores do Alto da Glória. Levir Culpi e Hélio dos Anjos surgem como os principais ?candidatos? para assumir o comando técnico do Coxa.

Até a semana que vem, o time continua sendo treinado por Cláudio Marques, que corre por fora na ?disputa? pelo cargo de técnico alviverde. Duas vitórias nas últimas rodadas da primeira fase do Campeonato Paranaense podem garantir a permanência do interino, pelo menos, até o fim do estadual.

Enquanto isso, algumas ?pistas? sobre quem será o novo treinador começam a aparecer. A contratação do preparador de goleiros Cassius Hartmann, que já começou a trabalhar no CT da Graciosa, pode ser uma indicação de um acerto com Levir Culpi. Hartmann é filho de Rodolfo Mehl, preparador físico que acompanha Levir em todos os clubes onde o técnico trabalha.

Segundo informações de bastidores, o contato com Levir já aconteceu e as negociações estão adiantadas. Levir está sem clube desde que deixou o Cruzeiro, no ano passado, o que bate com a política de não negociar com treinadores empregados, defendida pela diretoria coritibana.

Outra especulação que vem ganhando força é o nome de Hélio dos Anjos. Admirado pela cúpula alviverde, o técnico pode estar deixando o Juventude. O time gaúcho teria um pré-contrato com Ivo Wortmann, que chegou a ser apontado como possível técnico do Coxa, mas foi praticamente descartado pelo presidente Giovani Gionédis. ?Ele não foi correto conosco em 2001, quando assumi o Coritiba?, diz Gionédis. Na ocasião, Wortmann deixou o Coxa para assumir o Cruzeiro.

Outra opção que agrada a direção coxa-branca é Paulo Bonamigo. Mas, para isso, o Cori teria que aguardar até o dia 7 de maio, quando termina o Campeonato Português. Bonamigo dirige o Marítimo, que está na nona colocação. Como até lá o Campeonato Brasileiro da Série B já estará se encaminhando para sua quinta rodada, a contratação de Bonamigo estaria inviabilizada.