Foto: Valquir Aureliano/O Estado

Caio pode ser o escolhido para entrar no ataque do Coritiba hoje.

Sem poder alcançar a liderança da Série B, o Coritiba tenta manter o ritmo das últimas rodadas. Diante do Paysandu, o objetivo é continuar levando a ?alegria do dia-a-dia? para o campo, conquistar mais três pontos e manter a confiança que reina no Alviverde. Para tanto, a única dúvida do Coxa é o atacante Ânderson Gomes, que sente dores no joelho direito e pode dar lugar a Caio. O confronto contra o Papão está programado para as 20h30, no Couto Pereira.

?Os jogos da Série B são de competitividade, de muita velocidade e, independente do adversário, a postura e a conduta da nossa equipe tem que ser mantida e temos mais uma boa possibilidade de fazer um bom jogo?, aponta o técnico Paulo Bonamigo. De acordo com ele, o Coritiba ganhou confiança nas últimas rodadas e precisa se manter assim. ?Os jogadores tiraram aquele fardo de 300 quilos que existia e hoje está pesando apenas 30 quilos. Está todo mundo contribuindo individualmente, eles estão com alegria de jogar, então o fardo fica leve?, analisa.

Para ele, o fato da equipe estar vivendo um bom momento não pode ser confundido com favoritismo. ?Temos que ter cuidado com o excesso de confiança porque cria um pouquinho de irresponsabilidade. Temos que manter o nível de concentração e de aplicação?, destaca.

O treinador garante que isto não deve acontecer.

?Os treinamentos estão sendo intensificados, o sacrifício está acontecendo no dia-a-dia e o jogo acaba sendo facilitado pela dedicação de todos?, elogia.

De acordo com o lateral-esquerdo Ricardinho, a maior motivação que o time poder ter, nesse momento, é não deixar o líder Avaí escapar. ?Porque depois fica muito mais difícil conseguir chegar neles. Nós temos que ter todo o respeito com a equipe do Paysandu, mas vamos em busca da vitória?, projeta. Com quatro pontos a menos do que os catarinenses, o Alviverde precisa passar pelo Papão para continuar lutando pela ponta da tabela.

No entanto, nesse confronto, o principal jogador do clube ainda é dúvida. O atacante Ânderson Gomes realizou um exame de ressonância magnética no joelho direito

e aguarda o resultado para saber se joga. Caso não possa entrar em campo, Caio será o substituto.

Expectativa de bom público

O Coritiba não conseguiu fazer um balanço, mas se surpreendeu com a quantidade de gente procurando ingressos para a partida de hoje. Normalmente fracas, as vendas antecipadas geraram uma procura constante nas bilheterias do Couto Pereira, que dá um prenúncio de maior público do Alviverde na Série B. O clube espera 15 mil pagantes hoje à noite.

Na competição, foi justamente na estréia que o Coxa teve a maior torcida, com 12.368 pagantes. Na sexta-feira passada, um dia atípico para o torcedor, 11.648 pagaram para ver a goleada sobre o América-RN. O resultado, que deu a liderança por um dia, parece ter animado os torcedores. Tanto que o clube viu subir de R$ 600,00 para R$ 5.000,00 a movimentação de dinheiro nas bilheterias.

Na competição, o Alviverde já contabilizou 77.074 torcedores em oito jogos no Couto. O que dá uma média de 9.634,25 pagantes. A arquibancada custa R$ 15,00; a cadeira da Mauá, R$ 20,00; a social inferior, R$ 60,00; e a social superior, R$ 100,00. Já os visitantes pagam R$ 20,00. Estudantes, crianças, idosos e mulheres pagam meia entrada.

CAMPEONATO BRASILEIRO – SÉRIE B
16.ª Rodada
Local: Couto Pereira
Horário: 20h30
Árbitro: Vinícius Costa da Costa (RS)
Assistentes: Júlio César Rodrigues Santos (RS) e André Veras (RS)

Coritiba x Paysandu

Coritiba
Artur; Luís Paulo, Henrique, Índio e Ricardinho; Egídio, Paulo Miranda, Jackson e Cristian; Ânderson Gomes (Caio) e Jéfferson. Técnico: Paulo Bonamigo

Paysandu
Ronaldo; Oziel, João Paulo, Sílvio e Júnior; João Vítor, Ricardo Oliveira, Têti e Rogerinho; Balão e Marcelo Carioca. Técnico: Ademir Fonseca