Odvan (ao lado de Roberto Brum) poderá
voltar ao time titular esta tarde.

O Coritiba tem, esta tarde, o jogo mais importante do campeonato brasileiro até agora. E a partida não é contra um dos chamados grandes, mas com um ?emergente?. Enfrentar o Criciúma, às 16h, no Heriberto Hulse, será o principal desafio que os comandados de Paulo Bonamigo vão enfrentar fora de casa. Frente a um adversário empolgado, e que passou o Cori na última rodada, o objetivo é surpreender e retomar a quarta posição perdida na rodada do meio de semana.

Antecipando a viagem (a delegação chegou na noite de sexta a Criciúma), o Cori já sentiu o que o espera nesta tarde. “Você imagine uma cidade média do interior de Santa Catarina com um clube na primeira divisão. Estão todos empolgados”, comenta o técnico Paulo Bonamigo. A expectativa é que o Heriberto Hulse esteja tomado por 21 mil fanáticos torcedores do Tigre. “Depois da vitória sobre o Grêmio, só se fala em futebol por aqui”, constata o treinador alviverde.

É tanta empolgação que o Cori pensa em aproveitá-la. Naturalmente, fala-se abertamente em vitória do time da casa, acreditando que os alviverdes serão uma ?presa fácil? para o quarto lugar do Brasileiro. Foi assim, aproveitando o menosprezo adversário, que o Coxa conseguiu resultados contra Corinthians, Atlético-MG e Paysandu. “Nós temos que jogar o nosso futebol. Foi assim que conquistamos vitórias longe de Curitiba”, admite Bonamigo.

Dentro de campo, a novidade é Odvan, que volta à equipe depois de longo período sem ficar sequer no banco de reservas. Chateado com a não utilização, o zagueiro chegou a manifestar seu descontentamento. “Esse é um jogo para ele. Vai ser uma partida de muito choque, de muito jogo aéreo, e nisso o Odvan é muito bom. Além do mais, mantemos um setor defensivo experiente”, afirma o técnico.

O perigo das bolas alçadas à área é tão evidente que ontem aconteceu um trabalho específico desse tipo de jogada. A preocupação é com as constantes subidas do lateral-direito Paulo Baier, que além de bom passador é um dos artilheiros da equipe. Para tentar anular os avanços do lateral do Criciúma, Bonamigo estuda avançar a marcação e colocar Edu Sales pela esquerda. O responsável pela armação será mais uma vez Souza, já que Lima está contundido. “Ele é um jogador muito vibrante, e vai ser muito importante no jogo”, comenta o treinador coxa.

A pressão na marcação será natural, por causa das dimensões do gramado. “O campo é pequeno, e nesse tipo de jogo temos que ficar ligados os noventa minutos”, adverte o meia Tcheco. “Vai ser complicado, nós teremos que ter atitude e buscar a vitória. Respeitamos o Criciúma, que faz uma ótima campanha, mas o Coritiba tem que jogar para ganhar”, resume Bonamigo.

* Depois de vencer o Grêmio em Porto Alegre, o Criciúma já sonha em ficar entre os 3 melhores times do Campeonato Brasileiro. Para isso, concentra seus esforços para conquistar a sétima vitória consecutiva sobre o Coritiba. O lateral-esquerdo Luciano Almeida desfalca a equipe de Lori Sandri e será substituído por Rômulo. Nas demais posições o time será o mesmo que venceu o Grêmio por 2×0.

CAMPEONATO BRASILEIRO
CRICIÚMA X CORITIBA

Criciúma: Fabiano; Duílio, Cametá e Luciano; Paulo César Baier, Léo Mineiro, Paulo César, Saulo e Rômulo; Douglas e Leonardo. Técnico: Lori Sandri.

Coritiba: Fernando; Ceará, Danilo, Odvan e Lira; Reginaldo Nascimento, Roberto Brum, Tcheco e Souza; Edu Sales e Marcel. Técnico: Paulo Bonamigo

Súmula
Local: Heriberto Hulse (Criciúma-SC)
Horário: 16h
Árbitro: Romildo Correa (SP)
Assistentes: Francisco Rubens Feitosa (SP) e Flávio Lúcio Magalhães (SP)