Depois de duas partidas fora de casa, em que conseguiu apenas um ponto, o Coritiba volta nesta quarta-feira a se apresentar diante de sua torcida, contra o Santos, no Estádio Couto Pereira, às 20h30. Como tem acontecido nas últimas partidas dentro de casa, a previsão é que cerca de 20 mil torcedores apóiem o time. ?O torcedor é paixão e nós estamos em um momento legal, por isso acreditamos que a paixão está mais acesa?, disse o volante Reginaldo Nascimento.

Contra o Vasco, o Coritiba fez uma boa partida, mas perdeu o jogo com um pênalti aos 45 minutos do segundo tempo. O jogo desta quarta-feira e contra o Goiás, domingo, também em casa, são considerados fundamentais para a soma de pontos. ?Temos de estar ligados, porque o Santos vem de empate e nós temos um confronto direto na classificação?, analisou o lateral Adriano, que retorna ao time.

O Coritiba está na oitava colocação, com 13 pontos, enquanto o Santos tem 14 pontos e ocupa o sexto lugar.

O zagueiro Pícoli, que também está voltando após cumprir suspensão, disse ter prestado muita atenção no time do Santos, durante o jogo contra o Atlético Paranaense. ?É um time perigoso, habilidoso e com muita movimentação.? Ele acredita que o Coritiba poderá impor seu ritmo de jogo no Couto Pereira. ?Já tivemos uma seqüência de boas atuações e precisamos agora de uma seqüência de bons resultados?, disse. ?O objetivo é ficar sempre entre os oito para conseguir a classificação.?

Coritiba – Fernando; Reginaldo Araújo, Pícoli, Edinho Baiano e Adriano; Reginaldo Nascimento, Roberto Brum, Tcheco e Lúcio Flávio; Da Silva e Lima. Técnico – Paulo Bonamigo.