Foto: Valquir Aureliano
corititba1100707.jpg

Gustavo voltou a marcar para o Coritiba, mas não conseguiu evitar a derrota.

No jogo dos líderes, o Coritiba acabou sucumbindo e perdeu para o Criciúma por 3 a 1, na noite desta terça-feira (10), pela 11.ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B. A partida disputada no Estádio Heriberto Hülse, em Santa Catarina, foi marcada por um bom nível técnico.

O resultado fez com o que o Criciúma dispare na liderança da competição, com 26 pontos, seguido pelo próprio Coritiba -que beneficiado por outros resultados da rodada – segue na segunda colocação com 19 pontos, juntamente com Barueri.

O alviverde paranaense começou muito bem o jogo. Não dava espaço para o Criciúma e saia bem para o ataque. Tanto que antes do primeiro minuto, Henrique Dias já havia cruzado uma bola na área, buscando Gustavo, a zaga catarinense foi obrigada a afastar o perigo.

O Criciúma jogava com três zagueiros e não conseguia armar jogadas, melhor para o time paranaense que abriu o placar aos 11 minutos. Ivo chegou bem pela direita, cruzou rasteiro e o oportunista Gustavo apareceu para dar um leve toque na bola e pegar o goleiro Zé Carlos no contrapé.

O gol despertou a equipe catarinense que foi pra cima do time comandado por René Simões. Aos 13 minutos, Rodinei recebeu na frente da zaga coxa, girou e chutou forte, Edson Bastos fez boa defesa. Com o recuo do Coritiba, os donos da casa foram com tudo em busca do empate, o que acabou acontecendo aos 22 minutos. De tanto insistir pelo lado esquerdo da zaga coxa-branca, Carlos cruzou na área, Rodinei deu um toque de primeira e a bola acabou entrando no canto direito de Edson Bastos, que nada pôde fazer.

Inteligente, o técnico catarinense percebeu que o lado esquerdo do Coritiba era falho e seguiu pressionando por aquele setor. O Tigre teve a grande oportunidade de virar o marcador aos 36 minutos. Kelson – que havia entrando em lugar de Elton ? recebeu na área, carregou e de frente para o goleiro coxa acabou escorregando. Aos 43 minutos veio a virada catarinense e justamente pelo ponto fraco da zaga coxa, o lado esquerdo. O lateral Carlos cruzou, Luís André, livre de marcação, subiu para cabecear firme para as redes de Edson Bastos. O Coxa ainda tentou dar o troco no lance seguinte, mas Henrique Dias não alcançou a bola.

Pressão catarinense

O Coritiba não voltou bem para o segundo tempo e o Criciúma passou a pressionar em busca do terceiro gol, que aconteceu logo aos 7 minutos. Em nova falha de marcação. Carlos chutou, Henrique tentou cortar, mas a bola bateu no zagueiro e enganou Edson Bastos. O Coritiba tentou diminuir e aos 11 minutos, em cobrança de falta, Diogo acertou o travessão de Zé Carlos, mas a partir daí o time paranaense foi perdendo as forças e só voltou a levar perigo à meta do goleiro catarinense aos 20 minutos. Após boa triangulação do ataque, a bola sobrou para Fabinho, que na frente do goleiro do Criciúma, acabou pegando mal na bola.

O Criciúma passou a tocar bem a bola no campo de ataque, procurando os espaços para ampliar o marcador. Aos 23 minutos, Elizeu recebeu na frente e chutou em cima de Edson Bastos. Aos 27, novo perigo para a meta coxa-branca. Maurício chutou rasteiro no canto direito de Edson Bastos, a bola passou rente à trave.

Em busca de um placar menos dilatado, o técnico René Simões ainda promoveu algumas modificações, tirando Henrique Dias, Caíco e Gustavo, para as entradas de Anderson Gomes, Chumbinho e Keirrison, respectivamente, porém, as alterações não surtiram o efeito esperado e o time paranaense não conseguiu mais levar perigo ao gol de Zé Carlos Carlos. O Criciúma ainda teve Mateus expulso no final, mas não influenciou, já que não deu tempo para reação coxa-branca.

O Coritiba volta a campo no próximo sábado, dia 14, contra o Sandro André, no ABC Paulista.

Confira os outros resultados da 11ª rodada da Série B:

Marília 2 x 1 Barueri

Ituano 3 x 1 Paulista

Portuguesa 3 x 2 Ponte Preta

São Caetano 1 x 1 Santo André

Vitória 1 x 0 Santa Cruz

Remo 2 x 0 Ceará

CRB 3 x 1 Brasiliense

Fortaleza 0 x 0 Ipatinga

Gama 4 x 2 Avaí