Com dois gols de Marcelinho Paraíba, o Coritiba venceu neste domingo um confronto direto na briga para fugir do rebaixamento. Ainda tentando embalar na competição, a equipe paranaense foi até o Maracanã e derrotou o Fluminense por 3 a 1, deixando a zona de perigo do Campeonato Brasileiro. De quebra, complicou ainda mais a situação do rival carioca, que permanece na vice-lanterna.

Na estreia do técnico Ney Franco, o Coritiba conseguiu a vitória que o fez ir a 19 pontos, aparecendo agora no 16.º lugar, a uma posição dos quatro últimos. Já o Fluminense segue ameaçado pelo rebaixamento, com apenas 15 pontos. A equipe carioca enfrenta na quarta-feira o São Paulo, no Morumbi, pela abertura do segundo turno. No mesmo dia, o Coritiba recebe o Palmeiras no Couto Pereira.

Enquanto o Coritiba só tinha motivos para festejar a vitória no Maracanã, o clima pelo lado do Fluminense era pesado. “O resultado foi muito ruim. Não estivemos num dia bom”, disse o zagueiro Luiz Alberto, abatido, após o fim da partida. “Não podíamos perder. Falhamos, não podíamos falhar”, lamentou o atacante Kieza, autor do gol de honra.

Ao longo da semana, o time do Fluminense prometeu muita disposição no jogo deste domingo. Os titulares até foram poupados do clássico contra o Flamengo, no meio de semana, pela Copa Sul-Americana, para se concentrar apenas no Brasileiro. De nada adiantou.

Na prática, a equipe carioca demonstrou apatia, desorganização e um futebol de segunda categoria. A torcida queria raça, aplicação do time. Saiu frustrada. Viu Marcelinho Paraíba, de cabeça, fazer 1 a 0 para o Coritiba, no primeiro tempo.

O show de Marcelinho prosseguiu nos 45 minutos finais. O atacante aplicou dois dribles desconcertantes em Luiz Alberto, dividiu a bola com o goleiro Fernando Henrique, levou a melhor e marcou 2 a 0.

O Fluminense descontou com Kieza, buscou o ataque, poderia ter empatado a partida numa chance desperdiçada pelo lateral-direito Ruy, mas acabou sofrendo o golpe fatal. O atacante Marcos Aurélio, já nos acréscimos, decretou a vitória do Coritiba: 3 a 1.

Ficha Técnica:

Fluminense 1 x 3 Coritiba

Fluminense – Fernando Henrique; Ruy, Edcarlos, Luiz Alberto e Augusto (Alan); Diogo, Wellington Monteiro (Carlos Eduardo), Marquinho (Maicon) e Conca; Roni e Kieza. Técnico: Renato Gaúcho.

Coritiba – Édson Bastos; Márcio Gabriel, Jeci, Pereira e Douglas Silva (Cleiton); Jailton (Guaru), Leandro Donizete, Pedro Ken, Marcelinho Paraíba e Carlinhos Paraíba; Bruno Batata (Marcos Aurélio). Técnico: Ney Franco.

Gols – Marcelinho Paraíba, aos dez minutos do primeiro tempo; Marcelinho Paraíba, aos 14, Kieza, aos 31, e Marcos Aurélio, aos 48 minutos do segundo tempo.

Árbitro – Francisco Carlos Nascimento (AL).

Cartões amarelos – Edcarlos, Roni e Alan (Fluminense); Pedro Ken, Carlinhos Paraíba, Édson Bastos, Marcos Aurélio e Jéci.

Renda – Não disponível.

Público – 17.042 pagantes.

Local – Estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ).