Na avaliação do ídolo Alex, o Coritiba não está em melhor situação na Série B do Campeonato Brasileiro por conta de erros individuais dos jogadores, e não pelo desempenho coletivo. Com 12 pontos somados em oito partidas, o Alviverde é apenas o nono colocado na classificação, sendo que a meta inicial era estar no G4 durante a paralisação do calendário por conta da Copa América.

Em conversa com a Tribuna do Paraná, o ex-jogador falou sobre a campanha do Coxa até aqui na Série B e acredita que os atletas precisam ter consciência de que individualmente podem melhorar para contribuir com a equipe.

+ Leia também: Contestado pela torcida, Pastana segue prestigiado

“Um início irregular. Vejo o time jogar com as ideias do Umberto (Louzer), mas infelizmente a gente tem perdido em erros individuais e isso não tem treinador e ninguém que possa fazer algo diferente. Isso é muito mais em cima do próprio atleta, que tem que entender que a concentração dele tem que estar muito mais alta”, detalhou.

O ex-meia acredita que se não fossem esses ‘detalhes’ atrapalhando o time, o Coritiba poderia estar em situação melhor na tabela. O craque torce para que durante essa intertemporada os erros sejam corrigidos para que o clube brigue pelo acesso.

+ Mais na Tribuna: Coritiba pouco mudou, mas diretoria segue motivada pra Série B

“Se nós analisarmos os pontos perdidos, infelizmente poucos foram de erros coletivos. A esperança é que nesta parada o time enquanto coletivo continue evoluindo e na parte individual os jogadores possam ter uma melhora”, disse ele.

Alex analisou momento do Coxa e espera evolução após a Copa América. Foto: Gerson Klaina
Alex analisou momento do Coxa e espera evolução após a Copa América. Foto: Gerson Klaina

Algumas dessas chances desperdiçadas pelo Coxa foram os dois pênaltis perdidos por Rodrigão, contra o Londrina (0x0) e diante do CRB (derrota por 1×0) no jogo seguinte. Além disso, outras situações que poderiam ter mudado a colocação do time na Segundona foram os gols desperdiçados por Welinton Junior diante de América-MG (1×1) e Paraná Clube (derrota por 3×2).

+ Confira a classificação completa da Série B

Caso as cobranças de penalidades fossem convertidas e os gols assinalados o Coritiba poderia ter até oito pontos a mais e estaria até brigando pela liderança da competição. A respeito do centroavante Rodrigão, autor de quase todos os gols do time, sendo artilheiro da Série B, com sete gols, Alex só tem elogios. “Tem que agradecer, continuar torcendo que ela possa continuar fazendo gols”, declarou.

Bons tempos

O camisa 10 pôde relembrar seus tempos de jogador ao entrar em campo em pleno Couto Pereira, no último domingo (23), defendendo o Coritiba ao lado de outros veteranos em um evento em prol da TETO. A organização arrecadou fundos que serão usados na construção de moradias para famílias carentes.

“É muito bom poder rever muita gente que perdemos o contato no dia a dia, mas que tem uma história ligada ao mundo da bola. Conheço a maior parte desses jogadores que estão aqui. Satisfaz bastante”, explicou Alex, referindo-se não só aos companheiros de time, mas em relação aos adversários.