Apesar da acentuada queda de rendimento da equipe, a torcida não abandonou o Coritiba. Tanto que, após a vitória por 1 x 0 na noite de ontem, sobre o Santos, o técnico Péricles Chamusca ressaltou o apoio vindo das arquibancadas. ‘A sinergia com a nossa torcida foi muito importante. Ela nos incentivou o jogo todo. Essa energia nos ajuda muito’, disse.

A vitória de ontem sobre o time paulista deu uma trégua nas vaias, que a cada partida ecoavam pelo Alto da Glória, principalmente após as partidas. ‘Quando o torcedor vaia, é normal. É o sentimento do torcedor. Já fui como eles, já estive na arquibancada. A gente respeita, por que sabe como é. Agora a gente tem trabalhado muito, infelizmente as coisas não acontecem, mas hoje conseguimos um resultado interessante’, disse Alex.

Mesmo desconfiada e insatisfeita com a falta de vitórias, a torcida se fez presente no Couto Pereira, ontem. Nem que fosse para cobrar um melhor desempenho da equipe, que perigosamente se aproximou da zona de rebaixamento. A média de publico nas 5 partidas do time como mandante, com 4 compromissos pelo Brasileiro (empates por 2 x 2 contra Bahia e Goiás, derrota por 2 x 0 para o Flamengo e a vitória sobre o Santos, por 1×0), além da derrota por 1 x 0 na Copa Sul-Americana para o Itagüí, da Colômbia, é de 10.850 pagantes.