O Coritiba reencontrou, sob o comando do ainda interino Pachequinho, seu melhor futebol na disputa do Campeonato Paranaense. O Verdão comprovou a sua boa fase ao vencer o Rio Branco por 2×1, na noite de domingo (26), no Couto Pereira e assumiu a vice-liderança do Estadual. Mas, apesar do bom aproveitamento do treinador a frente do time coxa-branca (72% em seis jogos), ainda não há a definição da efetivação de Pachequinho no comando técnico da equipe por parte da diretoria.

O diretor de futebol do Coxa, Alex Brasil, concedeu entrevista coletiva após a vitória sobre o Leão da Estradinha e não confirmou a efetivação de Pachequinho. Além disso, afirmou que somente o presidente Rogério Portugal Bacellar vai se pronunciar sobre o assunto.

“As coisas no Coritiba são tratadas com tranquilidade, com responsabilidade e com muito respeito. É claro que temos tratado isso internamente e a única pessoa que vai comentar sobre o assunto é o nosso presidente. Ninguém mais está autorizado a falar sobre. Será feita com calma, pensando no melhor para o Coritiba”, afirmou Alex Brasil.

Pachequinho tem a confiança de todo o grupo do Coritiba. Os atletas alviverdes, inclusive, já defenderam publicamente a permanência do comandante coxa-branca para a sequência da temporada. Uma parte do G5 do Coxa também é favorável à permanência do treinador, sobretudo pelo investimento feito pelo clube no profissional que, no ano passado, fez estágios em alguns clubes da Europa.

A situação do interino segue indefinida pela diretoria, mas tudo se encaminha para a sua efetivação. Alex Brasil admitiu a evolução e o crescimento do Coritiba sob o comando do treinador, mas garantiu que a avaliação tem sido feita com responsabilidade, para que novos erros não sejam cometidos.

“Vocês que estão acompanhando o dia a dia, participam mais e assistem os treinamentos. Isso é importante passar também para o torcedor essa evolução. É fundamental e temos avaliado isso com muita responsabilidade e respeito. É isso que a direção vem fazendo e estamos remando pelo caminho certo”, finalizou o dirigente.