Foram seis meses sem atuar no time principal do Coritiba. Marcado por tomar um elástico do atacante Luccas Brasil, do Foz do Iguaçu, no Campeonato Paranaense, o zagueiro Alan Costa ganhou uma nova oportunidade no time coxa-branca sob o comando do técnico Argel Fucks e foi às lágrimas após a vitória por 1×0 conquistada diante do Avaí, no último sábado (29), no Couto Pereira. As imagens de bastidores foram divulgadas nas redes sociais do clube.

+ Leia também: Coxa resgata confiança e jogadores com Argel Fucks

O choro do defensor mexeu com todo o grupo do Alviverde. Mostrou, sobretudo, a volta por cima que o atleta conseguiu dar, mesmo depois de tanto tempo fora do time principal e de, inclusive, ser rebaixado aos aspirantes. O jogador poderia ter sido negociado, mas não aceitou deixar o Coxa e conseguiu fazer uma boa partida contra Avaí.

“Foi muito merecido. O Alan Costa fez uma partida espetacular. É um cara experiente e realmente é muito difícil às vezes passar por determinadas críticas. Muitas vezes sofre ameaças, isso acontece no futebol. Ele já jogou Libertadores, o mais alto nível do futebol brasileiro. Assim que ele teve a chance de estar treinando no time titular, demonstrou toda a sua qualidade, sua capacidade. Tenho certeza que é mais um membro para agregar, para que a gente possa ter uma reta final de Série B bacana”, frisou o zagueiro Rafael Lima, que atuou ao lado de Alan Costa na rodada passada.

+ Mais na Tribuna: Um ano após recorde da Arena, público do futebol paranaense é vergonhoso

Ainda durante o vídeo divulgado pelo clube, Argel Fucks, comprovando a sua forma mais enérgica de atuar nos bastidores, comentou sobre o choro de Alan Costa.

“A coisa mais importante para o treinador é ver esse choro, tão importante como a vitória. É um companheiro nosso”, pontuou o treinador.

O lateral-esquerdo Abner, que também está recuperando seu espaço no Coritiba, vibrou com a boa atuação do companheiro na vitória importante conquistada sobre os catarinenses. Para o jogador, o caso do zagueiro serve de exemplo para o time coxa-branca e o atual momento que vive na Série B.

+ Saiba também: Argel vê Coritiba ‘saindo do caixão’  na Série B e com ânimos renovados

“O choro do Alan Costa foi um choro de muita alegria, de satisfação, de superação por ter passado todo esse tempo sem jogar. Depois ele volta a jogar e faz um grande jogo, como ele fez. Para a gente também é um momento de superação, pois a gente está oscilando muito no campeonato, mas vamos conseguir nosso objetivo”, reforçou.

Incentivo

Ainda depois da partida, em meio a toda emoção que tomou conta do vestiário do Coritiba, o treinador enalteceu a entrega da equipe coxa-branca. No entanto, ele espera um rendimento ainda melhor no duelo decisivo diante do Juventude, nesta sexta-feira (5), às 21h, no Couto Pereira.

Confira a classificação completa da Série B

“Agora deixaram a gente levantar. Nós estamos a cinco pontos e foi a entrega de vocês, a alma, a determinação. Nós vamos chegar juntos. Nós somos um time grande e nos comportamos como um time grande. Sexta a gente tem outra batalha e a gente pode dar um pouquinho mais”, disse Fucks.

Veja o vídeo dos bastidores do Coritiba:

+ APP da Tribuna: as notícias de Curitiba e região e do Trio de Ferro com muita agilidade e sem pesar na memória do seu celular. Baixe agora e experimente!