“A gente estava no caixão, agora deixaram a gente levantar”. A frase do técnico Argel Fucks, após a vitória por 1×0 sobre o Avaí, no último sábado (28), no Couto Pereira, renovou a esperança do Coritiba na luta pelo acesso à primeira divisão. A diferença para o G4 caiu para cinco pontos e o time coxa-branca, caso consiga vencer o Juventude, nesta sexta-feira (5), novamente dentro de casa, pode novamente entrar na briga direta por uma das vagas na elite do futebol brasileiro do ano que vem.

+ Matemática: Coxa melhora chances de acesso na Série B

Além de ter conquistado um grande resultado diante de um concorrente direto, o futebol apresentado em campo dá boas perspectivas para o Alviverde lutar pelo acesso. Não que tenha feito uma partida vistosa e com grande atuação, mas pelo menos a postura mudou e foi suficiente para vencer o quarto colocado da tabela. Argel exaltou a conquista dos três pontos, mas projeta uma evolução do time na reta final da Série B.

“Acredito que ainda está muito longe do que eu penso para a equipe do Coritiba, mas quando tem um resultado como esse, diante de um adversário do calibre do Avaí, dá confiança, dá moral, o torcedor vai junto, joga junto e sofre junto”, apontou o treinador.

+ Leia também: Vitor Carvalho desencanta pelo Coxa e vai recuperando espaço

O Coritiba mantém o pensamento jogo a jogo e vai levar o espírito de decisão para cada uma das nove partidas que ainda tem para fazer. Sempre sincero nas suas declarações, Argel Fucks espera que o time coxa-branca possa ter tirado a ‘zica’ depois da vitória conquistada sobre o Avaí, especialmente da maneira que foi.

“Cada jogo vai ser assim, cada um vai ser uma decisão e para você ver que nossa fase estava tão difícil, fizemos um gol em que a bola nem encostou na rede. Acho que quebrou a zica que a gente tem. No futebol é assim. O resultado foi importante, nada mais do que isso. Eram oito pontos do G4 e agora estamos cinco. É recuperar todo mundo e pensar na melhor estratégia para o jogo difícil contra o Juventude”, emendou.

+ Mais na Tribuna: Coritiba ganha moral para a reta final da Série B

Diante dos catarinenses, o Coxa teve uma postura diferente. Atuou com paciência, com segurança e foi recompensado aos 12 minutos do segundo tempo quando o volante Vitor Carvalho marcou seu primeiro gol pelo time profissional. O camisa 5 ressaltou a renovação da esperança para o Verdão na briga pelo acesso e enalteceu a boa apresentação da equipe.

“Foi uma vitória importante. Enquanto a gente estiver vivo na competição, a gente vai continuar lutando. Agora, na sexta-feira, temos mais um jogo difícil contra o Juventude e esperamos fazer um grande jogo. Contra o Avaí a gente se portou bem, com um primeiro tempo de posse excelente, criamos chances e fomos felizes. A gente não precisa fazer o gol com 15 minutos, mas precisa sair vitorioso. Isso que é importante para a gente”, reforçou ele.

Confira a classificação completa da Série B

A situação, no entanto, ainda é complicada. A chance de acesso é de apenas 5%. Mas uma nova vitória diante do Juventude pode aumentar esse índice e deixar o Coritiba mais perto do G4. Além de a vitória sobre o Avaí ter renovado a esperança na luta pelo acesso, a equipe trouxe novamente o exigente torcedor para o seu lado.

“Nós precisávamos fazer com que o torcedor não nos vaiasse e nos aplaudissem não só pelo resultado, mas pela atuação. O torcedor quer que a gente mostre vontade de vestir essa camisa centenária e acho que agora, que cresceu a confiança, vamos conquistar resultados”, arrematou o zagueiro Rafael Lima.

+ APP da Tribuna: as notícias de Curitiba e região e do Trio de Ferro com muita agilidade e sem pesar na memória do seu celular. Baixe agora e experimente!