O que era dúvida virou certeza. Protagonista da mais nova novela no Alto da Glória, o atacante Ariel passou por um exame de ressonância magnética e está fora da partida de hoje contra o Operário e dificilmente enfrentará o Iraty no sábado à noite. “Não é uma lesão grave, mas vamos correr contra o tempo para tentarmos liberá-lo para o próximo jogo”, avisa o médico Walmir Sampaio.

E qual seria a lesão? “Adutor esquerdo, na virilha. Ele tem uma tendinite, que é uma lesão por sobrecarga mecânica e fica difícil de a gente tratar com jogos quarta e domingo”, explica.

Por isso, Ariel nem apareceu no treino de ontem no Couto Pereira e ficará em repouso para tentar se recuperar. A tendência é que ele também fique fora da partida contra o Iraty e volte após o Carnaval, já que terá tempo para isso.

Ao mesmo tempo, cresce o impasse em torno do futuro do atleta no Alviverde.
O atual contrato vai até o dia 30 de junho (esse acerto está com data de 1/7/2008).

Um outro acordo está assinado e registrado em cartório, mas com data anterior ao atual vínculo (7/5/2008) prevê cinco anos de contrato. Como as partes não entram em sintonia quanto a valores, a disputa pode parar na Justiça.

O jogador, por sua vez, ensaia um retorno para a Argentina, enquanto outros clubes brasileiros mostram interesse. “Estamos procurando mais um atacante e Ariel é um bom nome. Não sei em que pé estão as negociações com os atacantes, mas o nome dele foi comentado, sim”, revela Dorival Junior, do Santos. O Fluminense e até a dupla Grêmio e Internacional também estariam de olho no gringo.

No entanto, o técnico Ney Franco não trabalha com a hipótese de perder o atacante. “O que a diretoria me passa é que o Ariel vai ficar no clube, que tem um contrato com o clube e que a lei assegura a permanência dele aqui”, destaca o treinador.

Mesmo assim, já tem gente dentro do clube falando em geladeira para Ariel, que já estaria sabendo desses planos caso mantenha a novela no ar e não aceite as condições do clube.