Um fato inusitado chamou a atenção na partida entre Coritiba e Botafogo, na última quarta-feira, no Couto Pereira. O jogo acabou começando atrasado por conta de filhotes de quero-queros que habitavam a área do clube carioca.

O árbitro Anderson Daronco não apitou o início da partida enquanto aqueles filhotes não fossem retirados do gramado. Funcionários do Coxa tiveram a coragem para realizar o ato e ainda tomar alguns ataques, sem maior perigo, dos pais dos filhotes.

“Tinha que ter calma, mas foi tudo tranquilo e consegui contribuir para o jogo começar rapidamente”, disse Marcelo Araújo, um dos funcionários do clube que ajudou a retirar as aves, em entrevista ao site oficial do Coxa.

Com os animais segurou para fora do gramado, a arbitragem autorizou o início da partida, que terminou com vitória do Coritiba por 2 a 0 e festa da torcida alviverde no Alto da Glória.