Após a quarta derrota do Coritiba no Brasileirão, pior início de campeonato da história do clube, o técnico Eduardo Barroca evitou comentar sobre o risco de demissão. Questionado sobre a pressão na entrevista coletiva, o treinador justificou que está totalmente focado na recuperação do time na tabela.

TABELA: veja a classificação completa do Brasileirão

“Não posso me permitir pensar em nada fora. Eu estou há 90 dias só trabalhando e dormindo, longe da minha família, desde que retornamos da pandemia. Estou vivendo 100% do meu tempo no clube”, falou Barroca, que elogiou a bravura da equipe contra o Corinthians, apesar do revés por 3 a 1.

“Então é tentar encontrar soluções internas, dar confiança aos jogadores, tentar reforçar o que eles têm feito de bom, fazer ajustes para que a gente interrompa essa sequência e volte a uma caminhada positiva”, emendou o comandante de 38 anos, que faz seu terceiro trabalho em um time profissional. Ele treinou Botafogo e Atlético-GO em 2019.

O próximo jogo do Coritiba é contra o Bragantino, domingo (23), às 16, no Nabi Abi Chedid.

+ Mais do Coxa:

>> BLOG DO CRISTIAN: Como será o amanhã do Coritiba?
+ Renúncia de Samir, bate-chapa ou diretoria misturada. O futuro político do Coritiba
+ Coritiba fatura com direitos internacionais de transmissão


A Tribuna precisa do seu apoio! 🤝

Neste cenário de pandemia por covid-19, nós intensificamos ainda mais a produção de conteúdo para garantir que você receba informações úteis e reportagens positivas, que tragam um pouco de luz em meio à crise.

Porém, o momento também trouxe queda de receitas para o nosso jornal, por isso contamos com sua ajuda para continuarmos este trabalho e construirmos juntos uma sociedade melhor. Bora ajudar?