Demorou, mas o atacante Betinho finalmente foi apresentado como novo reforço do Coritiba para a sequência da Série B. O jogador, inclusive, já estreou com a camisa alviverde na partida contra o Vasco, pelo Torneio de Florianópolis.

Agora, para ele poder atuar oficialmente pelo Coxa só falta seu nome ser publicado no BID da CBF. A expectativa é de que isso ocorra na segunda-feira, para que o jogador possa enfrentar o Bragantino, na terça-feira. “Demorou um pouco para eu ser apresentado, mas está tudo certo entre eu e o Coritiba. Agora, é buscar o objetivo que é o acesso”, disse.

Seguro de seu potencial, o atacante avisa que Ariel já é passado e que a torcida agora vai ver Betinho com a camisa 9 do Coxa.

“Não vim substituir o Ariel. Ele fez um bom trabalho aqui no Coritiba, foi ídolo da torcida, mas já passou e vou procurar fazer meu trabalho, como tenho falado, e ajudar o clube a ser campeão ou subir para a Série A novamente”, apontou.

Sobre a condição física e técnica, ele garante está trabalhando forte. “Não estou 100% ainda, mas estou melhorando e pode ser que na terça-feira já esteja 100%”, destacou.

No CT da Graciosa e no Alto da Glória, betinho ele garante que já está em casa. “Foi legal a recepção, eu já conhecia quase todos os atletas. A amizade já vem de algum tempo com vários jogadores. Eles me acolheram bem”, avisou o atacante de 23 anos.

Integrado ao clube, Betinho aposta numa projeção atuando pelo Alviverde. “A gente sabe que o projeto do clube é muito importante. Ele conclilia com o meu projeto no futebol, que é subir e crescer num time grande como o Coritiba”, analisa.

Com uma careira quase construída no futebol nordestino, Betinho começou no Náutico e em 2005 esteve na “Batalha dos Aflitos’ – duelo entre o clube pernambucano e o Grêmio, na Série B daquele ano. Em 2006, o jogador foi para Portugal e passou um ano e meio lá. Seu mais recente clube foi o Fortaleza.