Um leilão que será realizado no dia 8 de novembro, em Curitiba, colocará à venda 34 cadeiras cativas do estádio Couto Pereira. Por conta da execução de uma dívida trabalhista do Coritiba com o atacante Deivid, os assentos especiais do estádio, avaliados em R$ 7.500,00 cada, poderão ser arrematados por R$ 3.750,00, cada um. O valor arrecadado nos lances serão destinados ao ex-jogador.

+ Leia também: Argel terá seu maior tempo de preparação no Coxa

Deivid processou o Coxa em 2014 pedindo R$ 18 milhões por salários, 13º, férias proporcionais, prêmios e direitos de imagens, alegando ter ficado sem receber durante um ano. Deivid atuou no Alviverde entre 2012 e 2014, último clube antes de se aposentar. Desde que deu entrada nos trâmites, o processo se arrastou por anos.

Em uma das decisões, em setembro de 2014, o Coritiba chegou a ser condenado a pagar R$ 11,9 milhões, mas conseguiu reverter na instância superior. Em 2016, o clube teve uma decisão a seu favor vitória no Tribunal Superior do Trabalho (TST), e o departamento jurídico chegou a acreditar que o caso estava resolvido.

+ Mais na Tribuna: Líder de assistências do Coritiba na Série B, Simião dá volta por cima

Porém, agora a 1ª Vara do Trabalho de Curitiba determinou o leilão dos bens do Coxa para que o valor total das vendas das cadeiras seja destinado ao jogador. A avaliação dos lugares dentro do Couto Pereira é de um total de R$ 255 mil, porém o acerto que Deivid deve receber pode ser a metade disso.

Deivid jogou no Coritiba entre 2012 e 2014 e saiu alegando falta de pagamentos. Foto: Felipe Rosa
Deivid jogou no Coritiba entre 2012 e 2014 e saiu alegando falta de pagamentos. Foto: Felipe Rosa

Isso porque durante a “batalha de lances”, os possíveis compradores podem oferecer 50% do total pedido para tentar arrematar. Ou seja, o valor unitário é de R$7.500,00, mas caso haja quem ofereça R$ 3.750,00, sem ter a oferta contestada, poderá levar o patrimônio. A quantia arrecadada com a venda dependerá da movimentação dos lances.

No entanto, a compra individual só poderá ser feita no dia do leilão e pessoalmente. Ofertas pela internet somente para quem quiser as 34 cadeiras.

Confira a tabela completa da Série B

Ao adquirir a cadeira, o torcedor terá ainda que arcar com o custo de R$ 175 mensais, referente ao plano de Sócio Proprietário. Com isso, o dono da “cativa” poderá contar com os benefícios de descontos, facilidades dos associados e direito à participação na vida política do clube, desde que cumpra as regras do conselho, como, por exemplo, o tempo mínimo de dois anos como sócio para pode votar.

A disputa de lances acontecerá no próximo dia 8, às 10h na PB Castro Leilões e qualquer pessoa poderá participar. É possível realizar lances pela internet desde já. Para isso, basta acessar aqui e realizar o cadastro.

Serviço

Leilão de 34 cadeiras cativas no Couto Pereira

Data: 08/11/2018

Horário: 10h

Local: PB CASTRO LEILÕES – Rua Jacarezinho, 1257, primeiro andar

Valor mínimo do lance por uma única cadeira: 50% do valor avaliado (R$7.500,00)

+ APP da Tribuna: as notícias de Curitiba e região e do Trio de Ferro com muita agilidade e sem pesar na memória do seu celular. Baixe agora e experimente!