Vivendo seu pior momento no Campeonato Brasileiro e sem vencer há sete rodadas, o Coritiba precisa de um bom resultado no duelo contra o Avaí, que acontece nesta quinta-feira (13), às 21h, em Florianópolis. O duelo pode valer também uma maior tranquilidade para a sequência do técnico Pachequinho. Se com a torcida o treinador perdeu um pouco do prestígio, com os jogadores o comandante coxa-branca ainda está com moral.

O lateral-esquerdo Thiago Carleto, que será titular da posição na vaga de William Matheus, suspenso, garantiu que o elenco alviverde está do lado do técnico. Assim, tirar essa pressão será também um dos objetivos da equipe, que precisa vencer para se recuperar no Brasileirão.

“A cultura do nosso futebol é essa. É mais fácil você culpar um do que 30. Da torcida, não tenho o que falar, só dar parabéns porque todo jogo está enchendo o Couto, está apoiando. Agora, quem está no futebol tem que saber que a pressão existe. A torcida está esperando algo grande. Não digo jogar pelo Pachequinho. Vamos jogar por todos. A gente está com o Pachequinho, o grupo está fechado com ele. É um cara que conhece muito o clube, vem das categorias de base”, garantiu ele.

O Coritiba, no entanto, não terá vida fácil diante do Avaí. O time catarinense vem embalado de bons resultados conquistados fora de casa contra Botafogo e Grêmio. Thiago Carleto está ciente dessas dificuldades e espera que o Coxa possa surpreender o adversário, mesmo jogando fora de casa.

Confira a tabela completa do Brasileirão!

“Jogar contra o Avaí lá é difícil, ainda mais vindo de uma vitória, porque a torcida empurra bastante. Temos que saber que não é porque viemos de uma derrota em casa que as coisas estão todas erradas. Nós temos um padrão, somos o Coritiba, uma equipe de respeito e acho que eles devem respeitar bastante, assim como nós vamos respeitá-los. Eles estão vivendo um momento bom e vão buscar o gol a todo momento. Então, temos que estar preparados para chegar lá na Ressacada e surpreendê-los”, arrematou.