Ainda ameaçado pelo risco de rebaixamento, o Coritiba inicia neste domingo (6), às 19h30, diante do Atléitco-MG, no Couto Pereira, a série de decisões que terá pela frente para permanecer na elite do futebol nacional em 2017. Com o risco de voltar para a área de risco da competição nacional em caso de vitórias de Internacional e Vitória contra Palmeiras e Atlético, respectivamente, o time coxa-branca, nas cinco rodadas restantes do Brasileirão, vai apostar no fator casa e, pontuar contra o Galo, em que pese o adversário estar na briga pelo título, é obrigação para o Verdão, que está repleto de problemas para o difícil confronto.

Se mantiver o bom aproveitamento demonstrado até agora nas partidas dentro de casa sob o comando do técnico Paulo César Carpegiani, o Coxa certamente conquistará pelo menos um ponto diante do Atlético-MG. Isto porque em sete compromissos do Verdão no Alto da Glória com o treinado a frente do clube, a equipe alviverde conseguiu quatro vitórias e três empates, totalizando aproveitamento de 71%.

Diante do Atlético-MG, o técnico Paulo César Carpegiani, expulso no empate contra o Botafogo, não poderá ficar no banco de reservas. Rodrigo Carpegiani, seu filho e auxiliar técnico do Verdão, vai ficar no comando do time alviverde contra o Galo. Mesmo assim, o Coxa não deve perder sua característica e seu estilo de jogo para buscar voltar a vencer no Brasileirão depois de cinco jogos sem conquistar um resultado positivo.

“Tenho um pouco desse lado perfeccionista dele. Gosto do time organizado, bem distribuído em campo. O futebol é muito competitivo e se você não tiver uma organização você não consegue vencer. Trago isso, de ser perfeccionista dele, mas tenho minhas ideias, meus pensamentos, passo a ele, ele avalia, mas a última palavra sempre é dele. Ele é o comandante, eu sou o auxiliar e vou estar momentaneamente ali e tudo pode ocorrer durante a partida. Eu estou ali para colaborar e ajudar o time a ser o mais organizado possível para que consiga fazer os três pontos”, apontou Rodrigo Carpegiani.

Para encarar o Galo, o técnico Paulo César Carpegiani terá algumas baixas. Suspensos, o lateral-esquerdo Carlinhos e o atacante Leandro estão fora do jogo. Já os zagueiros Luccas Claro e Nery Bareiro, além do volante João Paulo, em recuperação de lesões musculares, foram vetados pelo departamento médico.

Com isso, o meia Thiago Lopes deve ser improvisado na lateral-direita neste compromisso. A linha defensiva alviverde deverá ser formada por Walisson Maia e Juninho, além do lateral-esquerdo César Benítez. O problema foi que Juninho sentiu dores musculares durante o treino desta sexta-feira (4), e virou dúvida. Caso ele não jogue, o jovem Geovane terá sua primeira chance como titular no time titular.

Na contenção, além da manutenção do volante Amaral no time alviverde, Carpegiani conta com o retorno de Juan que, ao lado de César González formarão o setor de criação do Coxa.

Na frente, o time coxa-branca ganhou um importante reforço. Depois de cumprir suspensão no empate sem gols contra o Botafogo, fora de casa, o atacante Kléber está de volta e formará o trio ofensivo ao lado de Iago e Kazim. Porém, o Gladiador não ficará tão fixo na área e deve atuar mais pelos lados do campo. “No treino o Kazim ficou mais na frente e eu vindo mais de trás. Ainda não está definido. Não sei o que o Carpegiani viu do treino, o que achou, se foi bom ou não. Quero poder entrar, fazer gols, quero poder ver o Coritiba vencendo para escapar dessa situação”, concluiu Kléber.

Mas outro problema preocupa a família Carpegiani. Iago também sentiu no treino de sexta, e pode não jogar. Como Raphael Veiga vem sendo “preservado” das cobranças e Bernardo não está na forma ideal, a tendência é que Vinicius seja a opção caso Iago realmente boa jogue.

Ficha técnica

SÉRIE A
34ª Rodada – 2º Turno

Coritiba x Atlético-MG

Coritiba
Wilson; Thiago Lopes, Walisson Maia, Juninho (Geovane) e César Benítez; Amaral, César González e Juan; Iago (Vinícius), Kléber e Kazim.
Técnico: Paulo César Carpegiani

Atlético-MG
Victor; Carlos César, Gabriel, Erazo e Fábio Santos; Leandro Donizete, Júnior Urso, Luan e Otero (Rafael Carioca); Robinho e Fred (Lucas Pratto).
Técnico: Marcelo Oliveira

Local: Couto Pereira
Horário: 19h30
Árbitro: Anderson Daronco (Fifa-RS)
Assistentes: Elio Nepomuceno de Andrade Junior (RS) e Jorge Eduardo Bernardi (RS)