O arquivamento do processo de destituição do presidente Samir Namur, definido na noite de segunda-feira (26), durante a reunião do Conselho Deliberativo, vai abrir de vez a busca do Coritiba por reforços no mercado. Se até então a diretoria, diante da incerteza e da crise política das últimas semanas, ainda trabalhava de forma comedida, agora, deve intensificar a busca por reforços visando a próxima temporada.

+ Leia também: Ex-presidente do Coxa foi decisivo pela permanência de Namur

O mandatário coxa-branca, que corria o risco de ser destituído do seu cargo caso a assembleia extraordinária fosse marcada, não escondeu o alívio com o arquivamento do processo. O dirigente garantiu foco total no planejamento do departamento de futebol para a próxima temporada.

“Eu fiz o uso da palavra antes da votação e defendi uma linha de diálogo e união entre todas as alas, dentro e fora do conselho, como único caminho viável para 2019. É claro que a decisão de acolher o parecer da Comissão Legislativa e arquivar o pedido da Assembleia me dá mais tranquilidade para focar no que é mais importante, que é o planejamento do futebol do Coritiba para o ano que vem”, afirmou Namur, em entrevista à Rádio Banda B.

+ Mais na Tribuna: Samir Namur segue na presidência do Coritiba

Com o cenário político um pouco mais calmo, o Coritiba, que apresentou na semana passada o diretor de futebol, Rodrigo Pastana, para ser o homem forte do seu futebol, deve iniciar o processo de montagem do elenco para o ano que vem. O trabalho vai acontecer em conjunto com o técnico Argel Fucks, que teve seu contrato renovado e vai participar na indicação de jogadores.

Por enquanto poucos nomes foram especulados. Somente o meia Alan Mineiro, de 31 anos, destaque do Vila Nova nos últimos anos, e que é um velho desejo de Pastana quando ainda estava no Paraná Clube, foi sondado. O jogador, inclusive, confirmou o interesse do Coxa para o ano que vem e as tratativas seguem nos bastidores.

Também nos próximos dias, diretoria e comissão técnica do Verdão devem definir os destinos de alguns jogadores. Parte do elenco que, neste ano, disputou a Série B, terá o vínculo com o clube se encerrando em 2018 e as renovações de contratos dependerá muito da disposição financeira do clube para o ano que vem.

+ APP da Tribuna: as notícias de Curitiba e região e do Trio de Ferro com muita agilidade e sem pesar na memória do seu celular. Baixe agora e experimente!