Ficou para a próxima segunda-feira (19) o protocolo do pedido de Assembleia Geral de um grupo de conselheiros para colocar em votação a destituição do presidente Samir Namur do Coritiba. As assinaturas necessárias para fazer a solicitação já foram colhidas, mas por conta de uma viagem do presidente do Conselho Deliberativo do clube, Marcelo Foggiato Licheski, a oficialização acabou sendo postergada para a semana que vem.

+ Mais na Tribuna: Impeachment? Golpe? Entenda a crise do Coxa

Segundo Julio Jacob Filho, conselheiro vitalício do Coritiba e um dos proponentes do pedido, as 80 assinaturas necessárias para protocolar o pedido de assembleia já foram colhidas. Assim, a expectativa é de que até a próxima segunda-feira, mais de 90 conselheiros assinem o documento pedindo a assembleia e, consequentemente, a saída de Samir Namur da presidência do Coxa.

+ Ele queria: Presidente do Coritiba diz que foi voto vencido pra trazer Dagoberto

Depois que o documento for protocolado junto ao Conselho Deliberativo, Marcelo Foggiato Licheski tem dez dias para convocar a assembleia. Nela, todos os sócios adimplentes do Coritiba poderão participar e votar para a permanência ou a saída do presidente Samir Namur –  é esse o teor do abaixo-assinado. A data tem que ser amplamente divulgada e confirmada com no mínimo 20 dias de antecedência. Portanto, a tendência é que a assembleia aconteça apenas em dezembro.

De saída

Enquanto o Coritiba vive um clima agitado nos bastidores com o pedido de impeachment do presidente Samir Namur, algumas definições no departamento de futebol começam a acontecer visando a próxima temporada. O diretor de futebol Paulo Pelaipe, contratado em agosto, se despediu dos jogadores e dos funcionários do clube ainda em Campinas, após a derrota para a Ponte Preta, pela Série B, nesta terça-feira (13), e já se desligou do dia a dia do Coxa.

+ Confira: Veja a tabela e a classificação da Série B!

O Coritiba ainda não confirma oficialmente a saída do dirigente, já que aguarda anunciar ainda nesta semana a contratação de Rodrigo Pastana para assumir o departamento de futebol do alviverde. Há alguns dias, Paulo Pelaipe havia confirmado que não seguiria no Coxa por conta da redução de custos que a diretoria terá que fazer, e isso se confirmou agora, antes da última rodada da segunda divisão.

+ APP da Tribuna: as notícias de Curitiba e região e do Trio de Ferro com muita agilidade e sem pesar na memória do seu celular. Baixe agora e experimente!