O Coritiba enfrentou o Operário na noite de hoje, em Ponta Grossa, e venceu por 1 a 0. Com o resultado, o Verdão segue líder do Estadual com 18 pontos somados e 100% de aproveitamento. O próximo compromisso do Alviverde será o Iraty, sábado, às 20h30, em Paranaguá.

O time de Ney Franco está a duas vitórias de ultrapassar o recorde de triunfos seguidos no Paranaense. Em 2003, com Bonamigo no comando, o Verdão venceu sete consecutivas.

O Operário começou indo pra cima do Coritiba. Jogando com o apoio torcida, o time da casa quase abriu o placar aos quatro minutos. Dyego Souza mandou um balaço na gaveta, mas Edson Bastos fez defesa sensacional.

No minuto seguinte, após cobrança de escanteio a bola sobrou com Baiano, que encheu o pé, mas o chute foi por cima do gol. Mesmo sentindo a falta de Rafinha, o Coxa chegou aos 17 minutos. Renatinho arrancou pela ponta e cruzou na medida para Enrico, que cabeceou muito mal perdendo gol feito.

Aos 29, Marcos Aurelio cobrou falta na cabeça de Jéci, mas a bola raspou a trave. Na sequência quase o gol do Fantasma. Lisa fez o cruzamento e acabou acertando a trave de Edson Bastos.

Operário seguiu na pressão e aos 34 quase chegou lá com Serginho Catarinense, que mandou a bomba em cobrança de falta para grande defesa de Edson Bastos. Coxa respondeu aos 37. Boa jogada de Ramon, que ganhou da marcação e bateu colocado: a bola tocou na trave antes de sair.

Na volta do intervalo, os técnicos não mexeram nas equipes. Verdão voltou com outra postura e chegou a marcação do gol aos 5 minutos. Marcos Aurelio recebeu na área, cortou seu marcador e bateu forte, sem chances para Danilo: 1 a 0. Logo após levar o gol, o técnico Norberto Lemos sacou o zagueiro Grafiti e colocou em campo o meia atacante Juninho.

O time da casa sentiu o gol e o Coxa veio pra cima. Aos 14, Marcos Aurelio bateu forte e Danilo espalmou evitando o segundo gol do Verdão. Aos 20, João Renato cobrou falta com violência e Edson Bastos fez a defesa. Aos 28 quase o segundo gol Coxa.

Jéci arriscou de longe e Danilo, com a ponta dos dedos, salvou o Fantasma. No final da partida, o Fantasma poderia ter empatado com Dyego Souza, que cabeceou à queima roupa, mas a bola foi para fora. Final: Coritiba 1, Operário 0.

Acompanhe aqui a discussão sobre a vitória do Coxa em cima do Operário.