O Coritiba se mostrou estrategista e soube ter paciência para garantir mais uma importante vitória na Série B do Campeonato Brasileiro. O placar de 2×0 em cima do Brasil de Pelotas, ontem, no Couto Pereira, levou o time ao sétimo jogo em sequência de invencibilidade. O Verdão agora se firma com soberania na vice-liderança da competição, somando 29 pontos, somente dois atrás do Bragantino.

+ O jogo: Como foi a vitória alviverde sobre os gaúchos

Os jogadores destacaram a inteligência em campo para que mais esse triunfo fosse conquistado. Isso porque o Coritiba, apesar de dominar a primeira etapa do confronto, não conseguiu resolver o jogo nos 45 minutos iniciais e na volta para a segunda etapa passou a sofrer com a postura do time xavante, que valorizava o empate parcial. Os gaúchos tentaram deixar o jogo mais truncado e dificultar ao máximo para os donos da casa. Porém, com insistência, o Verdão saiu na frente no segundo tempo com Sabino, e depois concretizou a vitória com Robson.

O lateral-direito Diogo Matheus enfatizou o jogo do Coxa, que conseguiu encontrar o momento certo de definir o jogo a seu favor. “Fizemos valer o mando de campo e soubemos esperar. Vamos ter que ter paciência daqui para frente porque os times vão ter sempre essa postura, tentando segurar o resultado”, explicou.

O gol de Robson, o segundo do time, saiu de uma bela jogada do ataque coxa-branca envolvendo Rafinha e Rodrigão, que serviu o companheiro que só precisou empurrar a bola para o fundo das redes. O camisa 9 destacou a união do elenco em prol do Coritiba. “Isso aqui é um grupo, um dia vou fazer gol outro não. O importante é fazer nossa equipe vencer para em novembro conquistarmos o acesso”, enfatizou.

+ Confira a classificação atualizada da Série B!

O meia-atacante Rafinha, que entrou na segunda etapa por ainda não estar totalmente recuperado de lesão, também valorizou o conjunto apresentado pela equipe. O camisa 7 explicou que sua volta foi precipitada, por isso a escolha da comissão em colocá-lo em campo em apenas parte do jogo, mas que se sente feliz em ver que seus companheiros estão dando conta do recado. “Estamos fazendo nosso dever em casa, construindo as vitórias. O grupo está de parabéns, quem entra sempre está dando o melhor. Nos próximos jogos espero ter condições de estar jogando os 90 minutos”, finalizou.