O Coritiba seguiu até esta segunda-feira (16) no G4 da Série B do Campeonato Brasileiro graças à gordura que conseguiu acumular em um período em que esteve bem na competição. Com um desempenho entre altos e baixos, o Alviverde não alcança bom aproveitamento nas últimas rodadas e vive um efeito gangorra. Já são cinco jogos sem vencer, os três últimos marcados por derrotas. Antes disso, o time tinha atingido a marca de dez jogos sem perder. Com 34 pontos, o Coxa agora é o quinto na tabela, atrás do Operário, que venceu a Ponte Preta, e precisa voltar a vencer para não ver outros concorrentes tomarem seu lugar.

Ainda que tenha começado a Segundona sem emendar resultados positivos e variado seu desempenho entre importantes vitórias, como o 2×0 na estreia diante da Ponte Preta, e derrotas amargas, como o resultado de virada de 3×2 para o Paraná Clube, o time decolou a partir da nona rodada, com o triunfo por 2×1 em cima do São Bento, no Couto Pereira. Depois disso, o Coxa passou a jogar de forma convincente, escalou posições e chegou a ocupar a vice-liderança por longas seis rodadas devido aos bons resultados que vinha conseguindo.

+ Leia mais: No Coritiba, Pastana defende jogadores que falharam contra o Londrina

Da décima até a 19ª rodada, o time somou seis vitórias e quatro empates e foi se consolidando com propriedade no G4. Tudo acontecia conforme os planos do técnico Umberto Louzer e o Verdão já pensava em brigar pelo título. Porém, a série imbatível foi quebrada na 20ª rodada, diante da Ponte Preta, por 1×0. Depois disso, o time caiu de rendimento, não apresentou em campo o desempenho que antes convencia o torcedor e agora precisa da vitória para não deixar a vaga na ponta da tabela escapar.

Após o revés por 2×1 para o Londrina, na última rodada, Louzer lamentou o resultado e a sequência sem vitórias, mas garantiu que a equipe tem condições recuperar seu bom rendimento. “Nós temos que dar a resposta assim como já demos no início do turno. Cabe a nós sair dessa situação adversa e nós vamos dar essa volta por cima”, afirmou.

+ Confira a classificação completa da Série B!

Após as cinco partidas sem vencer, o comandante não quer ver seu elenco abalado pela situação da falta de triunfos. “Agora é o momento para a gente ter lucidez e sabedoria para que a gente possa sair dessa situação incômoda‘, comentou.Confiante na volta do alto nível de seu time, o treinador aposta na força que a equipe tem em casa para voltar a vencer. O próximo compromisso do Coritiba será no sábado (21), a partir das 19h, no Couto Pereira. Em seu território o time tem um aproveitamento de 69,70%, o terceiro melhor da Série B, somente atrás de Operário (80,56%) e Bragantino (75,76%). “Contra o CRB, com o apoio do nosso torcedor, vamos sair dessa situação ruim que nos colocamos nas últimas rodadas”, arrematou.

Leia mais sobre o Coritiba:

+ Coritiba permanece no G4, mas sequência ruim escancara carência
+ Rafinha solta o verbo depois da derrota pro Tubarão
+ Londrina e Coritiba termina em treta no estádio do Café