Não foi o início de segundo turno que a torcida e o time imaginavam, mas a vitória veio. O Coritiba enfrentou muitas dificuldades, mas conseguiu vencer o bom time do Toledo pelo placar de 1 a 0, gol do centroavante Marcel, aos 43 minutos do segundo tempo. Mesmo com a vitória, a torcida não gostou do que viu e vaiou o time após o apito final do árbitro.

O primeiro tempo até que reservou algumas emoções. Após um início tímido, os dois times começaram a se soltar mais. A primeira oportunidade de gol veio com os visitantes, em que Diego Dedoné saiu em contra-ataque rápido e bateu em cima de Vanderlei. Pouco depois, foi a vez do Coxa responder. Tcheco, um dos melhores da partida pelo Coxa, carregou a bola e arriscou de longe, arrancando o “uuuhhh” da galera.

Mais confiante, o Verdão, empurrado pela torcida, partiu pra cima do Toledo, que se preocupava mais em defender e explorar os contra-ataques. Em três cochiladas da retaguarda da equipe do oeste paranaense, o Coxa quase chega ao gol. Porém, a falta de pontaria dos atletas alviverdes e o goleiro Cleberson tratavam de segurar o resultado.

Segundo tempo horrível

Disposto a melhorar o time, o técnico Marcelo Oliveira promoveu a substituição de Lincoln e Caio Vinícius para entrada de Renan Oliveira e Marcel. O objetivo era melhorar o passe do Coxa, entretanto, o resultado não foi bem este. Os passes do Coritiba continuavam ruins e o Toledo, satisfeito em se defender e partir em eventuais contra-ataques, contribuíram para que a partida ficasse sonolenta, tanto que o primeiro chute efetivo ao gol veio apenas aos 18 minutos, com Gil, que havia entrado no lugar de Everton Ribeiro.

Com Rafinha, sua principal peça, sendo muito bem anulado por Gerônimo, o Coxa ficou refém de uma partida sem alterações táticas, tornando-se um time previsível. O relógio andava e o time não criava, acabando com a paciência do torcedor alviverde.

Quando a partida terminava para um final melancólico, surgiu o gol. Aos 43 minutos, Gil fez uma boa jogada e achou Marcel, livre de marcação, subir sozinho e estufar as redes de Cleberson, que nada pôde fazer. Festa da torcida alviverde.

Após o apito final, os torcedores vaiaram o time, desaprovando a atuação. Tcheco afirmou que o time ficou devendo muito e que só não foi um desastre porque a vitória veio.

O próximo desafio do Verdão é contra o Corinthians-PR, no Ecoestádio. O Toledo recebe o Rio Branco.

Veja na galeria de fotos o jogo do Coxa.