As sete vitórias seguidas na temporada – seis pelo Campeonato Paranaense e uma pela Copa do Brasil – já mostram o bom momento que o Coritiba atravessa. Depois de começar 2016 de maneira irregular, oscilando boas e más atuações, o Coxa se acertou e chega para a final do Estadual na melhor fase possível.

Nas últimas dez partidas, o Alviverde somou nove vitórias e perdeu uma única vez (1×0 para o J. Malucelli), um aproveitamento de 90%. Bem diferente daquilo que foi apresentado nos primeiros nove jogos do ano, quando conquistou apenas três vitórias, três empates e três derrotas, totalizando 44,4% de aproveitamento e uma eliminação ainda na fase de grupos da Primeira Liga.

Além disso, outros números chamam a atenção. Líder geral do Campeonato Paranaense com o melhor ataque da competição, com 37 gols (sendo 43 no geral), e a segunda melhor defesa, vazada apenas 11 vezes, o Alviverde cresceu justamente na reta decisiva do torneio. Na Copa do Brasil também se classificou para a segunda fase sem a necessidade do jogo de volta, ao derrotar, com os reservas, o Guarany de Sobral-CE por 3×0 fora de casa.

Resultados que deixam a equipe cada vez mais confiante. Porém, para o lateral-direito Ceará, alguns erros ainda precisam ser corrigidos para que o Coritiba mantenha esta boa fase com a conquista do título estadual. “Estamos vivendo um momento bom, a equipe está confiante, o conjunto está forte e pretendemos manter da mesma forma nas finais. Mas temos que corrigir todos os erros para não termos uma surpresa e conquistarmos esse título”, apontou o capitão coxa-branca.