Na noite desta segunda-feira (29), o Coritiba começou uma importante reaproximação com sua torcida. Na vitória por 2×0 em cima da Ponte Preta, pela estreia da Série B do Campeonato Brasileiro 2019, as homenagens a Dirceu Krüger levaram quase 32 mil torcedores ao Couto Pereira, que certamente gostaram do que viram e podem deixar para trás os recentes descontentamentos com o time.

+ Leia mais: Torcida fez linda homenagem ao ídolo Dirceu Krüger

Vindo de uma Segundona frustrante em 2018 e de um Campeonato Paranaense no qual deixou escapar pelas mãos os dois turnos, o coxa-branca estava desconfiado se o time corresponderia no Brasileirão. O Coxa foi convincente e acendeu as esperanças do torcedor de que esta temporada poderá ser diferente.

Um dos personagens do jogo foi o centroavante Rodrigão, que balançou as redes duas vezes. O primeiro gol assinalado foi de pênalti, aos 18 minutos, e o segundo foi de uma bela jogada, em que conseguiu passar por dois marcadores, aos 36 do primeiro tempo.

+ Festa: Coxa vence a Ponte Preta na estreia na Segundona

O camisa 9 comemorou seus gols de uma forma especial: se dirigiu à torcida e fez o gesto de quem arremessa uma flecha. A lembrança ao eterno Flecha Loira ficará eternizada.

“Já estava combinado que qualquer um que marcasse faria a flecha com todo mundo junto. É lamentável termos essa perda, mas vamos precisar ter a cabeça erguida porque a caminhada é difícil”, disse o jogador, lembrando que ainda restam 37 rodadas até o fim da competição.

Sobre o lance do gol, em que passou no meio dos marcadores da Macaca, Rodrigão não quer saber de deixar a bonita jogada ‘subir à cabeça’.

“São centésimos de segundos pra pensar, mas consegui ser mais rápido que os zagueiros. Porém, temos que manter a cabeça no lugar. Foi apenas a primeira (rodada) e é uma competição dura. Vamos ter humildade e trabalhar cada vez mais”, destacou.

Outro nome de destaque do jogo foi o goleiro Wilson. O arqueiro voltou a atuar na meta do Coritiba depois de dois meses fora por conta de uma cirurgia na mão. O arqueiro protagonizou a defesa de um pênalti da Ponte Preta, aos 30 minutos do segundo tempo.

+ Veja a tabela e a classificação da Série B do Campeonato Brasileiro!

Também ídolo coxa-branca, Wilson acredita que a partida em homenagem a Dirceu Krüger foi uma ajudinha divina do Flecha Loira para que a torcida volte a apoiar o time.

“O Krüger nos deixou, mas ainda assim ele está fazendo pelo Coritiba. Esse foi um jogo de reaproximação com a torcida, por ele, pelo clube, e ele vai estar conosco nas 38 decisões. Vai nos abençoar”, disse o camisa 1, referindo às partidas que o time terá que encarar para brigar pelo acesso.

Para o camisa 1, a vitória diante da Ponte Preta foi a mensagem ideal que o elenco gostaria de transmitir aos torcedores.

“É um recomeço. Foi o início de nossa maior missão do ano. Uma importante homenagem a ele (Krüger) que nos deixou um legado, e também a retomada de confiança para que a gente, na sequência da competição, possa sempre ter casa cheia”, finalizou.

+ APP da Tribuna: as notícias de Curitiba e região e do Trio de Ferro com muita agilidade e sem pesar na memória do seu celular. Baixe agora e experimente!