Avassalador no período pós-Copa América. Assim tem sido o Coritiba desde que a Série B do Campeonato Brasileiro foi retomada. Apesar de ter reestreado na competição com uma derrota por 2×1 para o Criciúma, desde então, o time não perdeu mais. Foram sete jogos na sequência, com dois empates e cinco vitórias. O triunfo por 2×0 em cima do Brasil de Pelotas na última terça-feira (13), no Couto Pereira, consagrou a boa fase do time, que segue como vice-líder, com 29 pontos. Após mais um placar positivo, o técnico Umberto Louzer fez questão de ressaltar o aproveitamento do time no período de retomada da competição.

“Temos um Coritiba mais encorpado e isso, vale ressaltar, se deve muito à nossa preparação na intertemporada. Foi muito proveitoso esse período. Conseguimos moldar nossa forma de jogar”, enfatizou o treinador. A arrancada do time aconteceu com a vitória por 2×1 em cima do São Bento, na décima rodada, passou pelo triunfo em 2×0 no Vila Nova, seguiu com o empate em 1×1 com o Operário, continuou com a vitória por 3×2 no Botafogo-SP, foi para o 1×1 com o Sport e se concretizou com os dois placares de 2×0: diante de Figueirense e, por último, Brasil de Pelotas.

+ Leia mais: Coritiba vence Brasil de Pelotas e segue perto da liderança

Essa mudança do time, que sofria sem sequer ter chegado perto de se firmar no G4 anteriormente e agora já briga até pela liderança, se deve a inúmeros fatores, na opinião do técnico. Para Louzer, o apoio da torcida e a união do grupo estão sendo determinantes.

“Temos o apoio que vem das arquibancadas. Além disso, o elenco se abraçou e joga em sinergia. Amadurecemos e agora passamos a entender a competição e o nível de exigência”, falou. Destacando o crescimento do time, o treinador assumiu que anteriormente o time falhava durante as partidas ao não conseguir manter um padrão de jogo, o que não tem ocorrido mais.
“Estávamos oscilando e sendo castigados e hoje (ontem) conseguimos ter essa maturidade e dar pouca oportunidade para os adversários e sabermos dominar a partida”, explicou.

+ Confira a classificação atualizada da Série B!

Mesmo que esteja muito contente com o rendimento de seu grupo, o comandante afirmou que faz questão de passar diariamente aos seus atletas que ainda há um longo caminho a ser percorrido na competição. “Falei para nossos atletas que não podem se deixar ‘picar’ pela vaidade. Tem que ter pés no chão porque tem muita coisa pela frente. Não tem nada definido, mas vamos brigar pelo acesso”, arrematou.