O Coritiba deve anunciar oficialmente nas próximas horas mais dois reforços para a sequência da disputa do Campeonato Brasileiro. O zagueiro Cléber Reis e o meia Rafael Longuine, ambos do Santos, são as novas contratações do Coxa e chegam para os setores mais carentes do time comandado pelo técnico Marcelo Oliveira. O defensor, inclusive, desembarca na noite desta quinta-feira (17) em Curitiba para concluir o processo de contratação.

Segundo o diretor institucional do Coritiba, Ernesto Pedroso, os dois jogadores estão contratados, mas Rafael Longuine ainda depende de algumas situações para se apresentar. “Está terminado o Cléber (Reis) e ele chega à noite aqui. O Longuine foi liberado, mas tem um problema de locomoção, de mudança. Mas as coisas vão se concretizar, sim. Não falta mais nada. Só faltando detalhes criteriosos e que estão a se confirmar”, cravou Pedroso.

O zagueiro Cleber Reis, que conviveu com algumas lesões recentemente e perdeu espaço no Peixe, não atua desde junho e chega para resolver o problema do sistema defensivo alviverde. O Coritiba, durante a disputa do Campeonato Brasileiro, perdeu peças importantes na defesa por lesões e o clube vinha tentando trazer reforços. Aos 25 anos, ele se destacou pelo Corinthians, em 2013 e 2014. Depois, foi para o Hamburgo da Alemanha, antes de jogar pela equipe da Vila Belmiro.

As contratações fazem parte de um trabalho conjunto da diretoria, comissão e departamento técnico coxa-branca. Segundo Ernesto Pedroso, os dois atletas foram criteriosamente avaliados para que as negociações fossem concretizadas.

“O trabalho é em conjunto, feito através de pesquisa, de avaliações, de scouts feitos com cuidados. Não adianta trazer por trazer. O Coritiba tem um departamento de pesquisa com o nome de vários jogadores brasileiros e estrangeiros. As contratações dependem de um emaranhado de interesses, como receita do clube, salário, vontade do jogador. Tivemos algumas contusões na zaga, que foi desmontada e veio a necessidade de reforço urgente”, emendou.

Confira a tabela completa do Brasileirão!

Rafael Longuine já era um sonho antigo do Coritiba. Neste ano, a diretoria tentou duas vezes contratar o jogador, mas o atleta não havia sido liberado pelo Peixe. Sem espaço na equipe paulista, ele agora finalmente vestirá a camisa verde e branca.

“O Longuine é um sonho antigo nosso, é um belo jogador, é craque, com qualidades técnicas extraordinárias. Na época o Dorival (Júnior, então técnico do Santos) não havia liberado o jogador”, concluiu Pedroso.