De volta à Série A do Campeonato Brasileiro e com pretensões de ir longe na Copa do Brasil, o Coritiba está fazendo o possível para montar um elenco de peso para a temporada 2020. Porém, os altos salários exigidos no mercado da bola estão ‘brecando’ alguns dos planos do Alviverde. Na última segunda-feira (06), o presidente Samir Namur e o diretor de futebol Rodrigo Pastana confirmaram o fim das negociações com o meia-atacante Alejandro Guerra, do Palmeiras, e o atacante Berrío, do Flamengo, por conta dos valores exigidos. Antes disso, pelo mesmo motivo, o time havia deixado de lado as pretensões de contar com o atacante André, do Grêmio, e de renovar com o técnico Jorginho.

Mesmo com o aumento da verba do Coritiba para este ano, ainda assim o Alviverde está evitando fazer ‘loucuras’ financeiras. Estima-se que a receita do time, somente com cotas de televisão, passe de R$ 6 milhões, em 2019, para no mínimo R$ 40 milhões, em 2020.

Mirando em uma boa temporada, que inclusive deve contar com um atleta de renome, segundo Samir, o Coxa está encontrando dificuldades para encontrar o melhor dos cenários entre ter um jogador ‘de peso’ e que caiba dentro do orçamento.

Após anunciar que as negociações com Berrío e Guerra chegaram ao fim porque ‘saíram muito do orçamento que tínhamos em mãos’, Pastana explicou que segue no mercado. “Estamos tentando outros atletas dentro das mesmas características”, disse.

Em 2019, o maior salário do Coritiba, conforme relatado em uma coletiva de imprensa pelo presidente Samir Namur, em setembro, era do goleiro Wilson. Na ocasião, o mandatário disse que o jogador recebia R$ 210 mil mensais entre salário e direito de imagem. Porém, jogadores de grande visibilidade, conforme deseja o Coritiba, ganham um valor acima disso e essas cifras estão emperrando a chegada de um ‘figurão’.

Tentando contornar essas dificuldades, o presidente Samir Namur garantiu que muito em breve o torcedor do Coxa poderá ter um possível novo ídolo. “O Pastana tem conversas com outros nomes de um porte parecido. Nossa ideia é ter pelo menos nesse começo um nome deste patamar”, arrematou.

+ Mais do Coxa:

+ Coritiba vence a Portuguesa e embala na Copinha 2020
+ Coxa fecha com jovem zagueiro do Corinthians