O Coritiba considera muito baixa a proposta da Traffic pelos 20% dos direitos do atacante Keirrison e fala em manter o jogador em seu elenco até o fim de abril de 2009, quando acaba seu contrato, o que frustra os planos da empresa, que o quer no Palmeiras já em janeiro.

A Traffic já entrou em acordo com a Mais Sports, dos empresários Marcos e Naor Malaquias, que tinha 80% dos direitos de Keirrison, mas para ter o atacante em janeiro, precisa entrar em acordo com o Coritiba sobre os outros 20%. Foi oferecido ao clube paranaense uma quantia em dinheiro e mais o empréstimo de alguns jogadores. A oferta, no entanto, foi recusada.

“Não vamos liberar o Keirrison assim. Os valores não agradaram. Ele tem contrato até abril e não vamos abrir mão dele até lá”, disse o presidente do clube paranaense, Jair Cirino.

A posição não é definitiva. Se a Traffic chegar no valor pedido pelo Coritiba, Keirrison se apresenta ao Palmeiras em janeiro. “A proposta é baixa, mas se acontecer algo novo até o fim do ano, a gente volta a conversar”, afirmou o diretor de futebol do time de Curitiba, Paulo Jamelli. “Mas não há nenhuma reunião marcada com a Traffic para os próximos dias. É um assunto que a gente dá por encerrado, até que apareça algo novo”.

O empresário Marcos Malaquias afirma que os planos da Traffic não mudam, mesmo com a postura do Coritiba em não liberá-lo em janeiro. “Por lei, já podemos registrar o pré-contrato dele com o Desportivo Brasil [o clube da Traffic] na CBF já nesta segunda-feira. E é isso o que será feito”.

Keirrison seria o terceiro reforço da Traffic para o Palmeiras na próxima temporada. O meia Cleiton Xavier, do Figueirense, e o atacante Marquinhos, do Vitória, apresentam-se ao clube em janeiro.

Há ainda outros dois jogadores da Traffic que, por serem considerados muito jovens, ainda precisarão passar pelo crivo do técnico Vanderlei Luxemburgo: o zagueiro Xandão, do Guarani, e o meia Giuliano, do Paraná. O primeiro tem 20 anos e o segundo, 18.