Não foi fácil, mas valeu pelos três pontos. O Coritiba venceu nesta quarta-feira o Paranavaí, fora de casa, e é co-líder do Campeonato Paranaense, ao lado do Cianorte (o primeiro pelos critérios de desempate) e Atlético (terceiro). Os três times ainda não sabem o que é perder na competição deste ano. O Coxa apresenta uma invencibilidade ainda maior: são 37 jogos sem perder. A última vez que o alviverde perdeu no certame foi em 2010.

Disposto a manter a invencibilidade, o Coxa foi pra cima dos donos da casa, que recuaram com o ímpeto alviverde. O gol do Coritiba foi apenas uma questão de tempo e aos 22 minutos, Marcel, aproveitando o rebote, abre o placar no Waldomiro Wagner. Acuado, o Paranavaí só incomodou Vanderlei em um lance isolado, no final do primeiro, de bola parada, levando perigo à meta do Coritiba.

Polêmicas

Disposto a reverter a situação, o técnico Itamar Bernardes pôs o Vermelhinho no ataque. Com 1 minuto, após uma confusão, Vanderlei pegou a bola em cima da linha, mas na hora de proteger, puxou a bola para dentro do gol. Houve muita reclamação dos donos da casa, mas o jogo prosseguiu.

Quando o Paranavaí mandava no jogo, o Coxa ampliou. Aos 21 minutos, Willian fez uma bela jogada individual e soltou uma bomba, sem chances para o goleiro Serginho.

Aos 30, nova polêmica. O lateral Hesdras se jogou dentro da área e o árbitro marcou o pênalti. Carlos Alberto bateu e Vanderlei fez a defesa, mas, alegando que o goleiro teria se adiantado, mandou voltar a cobrança. Na nova batida, Rafael Santos cobrou forte e diminuiu o marcador. Aos 47, foi a vez dos jogadores do Coxa ficarem na bronca, pois um zagueiro do Paranavaí cortou um cruzamento com a mão.

Quando o jogo já se encaminhava para o seu fim, o Coritiba chegou ao terceiro gol. Aos 48, Geraldo fez boa jogada na linha de fundo e cruzou para Renan Oliveira dar números finais da partida.

O Coritiba recebe o Arapongas no sábado e o Paranavaí encara o Corinthians Paranaense no Eco Estádio.