Depois de ter a semana inteira para trabalhar com a equipe, Ney Franco realizou na tarde de ontem uma atividade no Couto Pereira em que definiu a formação que vai enfrentar o Sport, amanhã na Arena Joinville. “Nesse jogo está definido Edson Bastos; Ângelo, Jeci, Pereira e Lucas Mendes; Donizete, Ramon, Rafinha e Dudu; Enrico e Betinho”, disse o treinador alviverde.

Para o banco de reservas, Ney terá duas novidades: o retorno do atacante Marcos Aurélio, recuperado de dores na coxa, além do meia Sandro, que teve seu nome publicado no BID e poderá estrear com a camisa alviverde. “O trabalho da semana dele [Sandro] técnica e fisicamente foi muito bom. Então ele fica como opção para o segundo tempo”, explicou Ney Franco.

Dudu, que volta ao time titular, falou desta difícil partida contra o Sport: “Espero manter a regularidade, ajudando o Cortiba. Espero fazer um gol também porque já passou da hora. O Sport é um time grande, vai ser um jogo truncado e difícil. Mas espero sair da marcação e conseguir a vitória”.

Já o atacante Betinho falou sobre o intenso treinamento de finalizações realizado durante a semana. “Trabalhamos forte em finalização essa semana. Vamos ajudar a equipe a fazer gol e vencer. A gente sabe que tem que aprimorar nos treinamentos. Na primeira oportunidade no jogo teremos a responsabilidade de colocar pra dentro”, disse o jogador.

Retrospecto

A Arena Joinville recebe pela primeira vez um confronto entre dois campeões brasileiros. Coritiba e Sport fazem, neste sábado, o 23º jogo entre as duas equipes na história, em um duelo marcado pelo equilíbrio. Em 22 partidas, foram 7 vitórias do Verdão, 9 empates e 6 derrotas. O Coxa marcou 24 gols e sofreu 20.

O primeiro jogo aconteceu em 1971, pela primeira divisão do Campeonato Brasileiro, com vitória do Leão, em Recife. Pela Série B, as equipes se enfrentaram duas vezes, ambas em 2006. Um fato curioso é que o Coritiba nunca venceu em Pernambuco, enquanto o Sport também nunca triunfou em Curitiba.