Em meio ao mistério antes do treinamento fechado ontem no Couto Pereira, o técnico Ivo Wortmann anunciou que um jogador tem presença garantida no Atletiba. E como já era esperado, o atacante Marcos Aurélio estreará com a camisa alviverde contra o ex-clube.

“Saiu no BID? Então estou tranquilo. É um jogador diferenciado e pode fazer alguma coisa muito diferente daquilo que a gente vem fazendo. E o próprio adversário sabe que é de qualidade porque ele esteve lá numa excelente fase. Está escalado”, avisou o treinador, aliviado depois da regularização da papelada na CBF.

Já o restante, ele faz suspense e deixa no ar a formação alviverde. “Não é por se tratar de um clássico que nós vamos mudar tudo. Os jogadores que vieram do ano passado estão acostumados com emoção e aqueles que chegaram agora têm que se acostumar com isso e ver se têm condições de enfrentar esse nível de responsabilidade”, despistou.

Mas por que todo esse mistério? “Não tenho o hábito de fazer isso aí, mas o problema é que quando chega na antevéspera o nível de informação no futebol é muito grande. Tu limitas o acesso porque tem algumas situações, que a gente chama de detalhes, que são importantes (não mostrar)”, justifica.

Segundo ele, o adversário pode usar qualquer coisa para tentar o bote durante o jogo. “Isso está sendo comum no futebol, mas não é com o objetivo de dificultar o trabalho de vocês (repórteres) e sim de a gente se preservar e fazer aquilo que a gente pensa para o jogo. Vai ganhar o jogo? Não sei, mas pode ajudar”, ponderou.

No time em si, a tendência é que a equipe que iniciou o 2.º tempo contra o Iguaçu seja mantida, apenas com a entrada de Marcos Aurélio. Assim, o time ficaria com Vanderlei; Cleiton, Rodrigo Mancha e Felipe; Márcio Gabriel, Douglas Silva, Pedro Ken, Marlos e Guaru; Marcos Aurélio e Ariel Nahuelpán.