Ainda na reta inicial da Série B do Campeonato Brasileiro, o Coritiba vai tentar, diante do Criciúma, na próxima terça-feira, fora de casa, algo pouco visto na temporada: conseguir duas vitórias consecutivas. Na segunda divisão, por exemplo, isso ainda não aconteceu. Assim, a oscilação nas suas atuações e a falta de uma sequência de resultados positivos explicam porque o Coxa não está dentro do G4 e volta desta intertemporada um pouco mais pressionado.

Na competição nacional, o Alviverde tem apenas três vitórias em oito partidas. Ganhou da Ponte Preta, na primeira rodada, do Cuiabá, na quinta partida, e, por último, o Guarani, no seu oitavo compromisso. Por isso, voltar vencendo o Criciúma, além de ser um feito inédito no torneio, vai aumentar a confiança do time, segundo o meia-atacante Juan Alano.

+ Leia também: Miranda afirma que quer voltar ao Coxa

“Nos pontos corridos, conseguir duas, três vitórias seguidas faz você dar um salto na tabela e isso dá confiança para a equipe. A gente sabe da sequência de jogos e a importância também de manter a equipe para o grupo conhecer os companheiros e dar mais confiança. A sequência de vitórias em um campeonato de pontos corridos é mais importante porque dá confiança e espero que a gente consiga isso nessa volta”, apontou o jogador.

O momento mais crítico do Coritiba na Série B foi justamente depois da vitória na estreia. Na sequência, o Verdão fez três partidas e não conseguiu vencer nenhuma. Empatou com o Atlético-GO, fora de casa, não saiu do 0x0 contra o Londrina, no Couto Pereira, e perdeu para o CRB, em Maceió. Nos dois últimos, o atacante Rodrigão desperdiçou penalidades e isso contribuiu para o Coxa não conseguir somar os três pontos.

+ Mais na Tribuna: Kady troca o Coritiba pelo futebol português

“O resultado acaba não refletindo o jogo. Analisando o jogo friamente, a gente consegue ter um bom desempenho, chega bem na frente, mas acaba pecando no último passe. É isso que o Umberto (Louzer, técnico) vem ajustando nesse período”, emendou Juan Alano.

Na temporada, o Alviverde conseguiu uma sequência de duas vitórias somente duas vezes. Aconteceu no início do segundo turno do Campeonato Paranaense, quando goleou o Cianorte por 4×0, fora de casa, e bateu o FC Cascavel por 2×0, no Couto Pereira. Depois, esse feito só voltou a se repetir na reta final do Estadual, quando venceu o clássico contra o Paraná Clube por 1×0, em São José dos Pinhais e, fez 2×1 no Londrina na semifinal.

+ Confira a classificação completa da Série B

Segundo o lateral-esquerdo Fabiano, há uma cobrança interna muito grande entre os próprios jogadores para que o Coritiba consiga emplacar uma sequência de vitórias. O momento perfeito é agora. O time já venceu o Guarani, antes da parada para a Copa América e, se derrotar o Criciúma, terá duas partidas seguidas em casa, contra Vila Nova e São Bento.

“Nós nos cobramos muito referente a isso. Há uma diferença pequena do primeiro colocado para o nono. Emplacando uma sequência de vitórias, você vai lá em cima. Se conseguirmos isso e estamos trabalhando para conseguir, vai ser algo maravilhoso”, concluiu o atleta.

+ Atenção! Você está a um clique de ficar por dentro do que acontece em Curitiba e Região Metropolitana. Tudo sobre nossa regiãofutebolentretenimento horóscopo, além de blogs exclusivos e os Caçadores de Notícias, com histórias emocionantes e grandes reportagens. Vem com a gente!