O início da caminhada do Coritiba na Série B do Brasileirão foi amargo. O time do Alto da Glória viajou até Recife para enfrentar o Náutico, na esperança de arrancar um bom resultado contra o vice-campeão pernambucano.

O início do jogo foi favorável ao Coritiba que, na base dos toques rápidos, chegava fácil ao ataque, mas o time sentiu a falta da dupla de avantes titular, já que Bill não estava numa noite inspirada.

Para piorar, aos 44 minutos de jogo, numa falha do miolo da zaga alviverde, Bruno Meneghel saiu na cara de Edson Bastos e não perdoou. O gol deu a vantagem ao time pernambucano na primeira etapa. Mas a situação do Coritiba ainda ficaria pior.

Logo no início do segundo tempo, numa bonita tabela, Geílson saiu na cara de Edson Bastos e marcou o segundo gol. Com o placar adverso, o Coritiba avançou suas peças e, aos 11 minutos, Marcos Paulo limpou toda a zaga do Náutico e bateu cruzado na saída de Glédson. Um golaço do Coritiba.

Contudo, um minuto depois do gol alviverde, Bruno Meneghel bateu de fora da área vencendo Edson Bastos. O gol desmontou de vez o Coritiba, que não teve mais forças para reagir. Ney Franco até buscou alternativas mexendo na equipe, mas sem sucesso.

Derrota sacramentada e o Coritiba começou a Série B com o pé esquerdo. Na próxima rodada, o time do Alto da Glória enfrentará o América, sexta-feira, na Arena Joinville.