O Coritiba iniciou o segundo turno do Campeonato Brasileiro com uma derrota diante do Atlético-GO, nesta quarta-feira (31), no estádio Serra Dourada, em Goiânia. Com o resultado de 3 a 1 para o Dragão, o Verdão fica na 12ª posição, com 26 pontos. Na próxima rodada, o Coxa recebe o Corinthians, domingo (4), no Couto Pereira.

Coritiba peca nas finalizações e leva castigo

Com três volantes e apenas um meia de armação, muitos pensavam que o Coritiba poderia ser mais defensivo contra o Atlético-GO. Porém, o que se viu no Serra Dourada era um time com mais velocidade e maior toque de bola no comando de ataque.

O Verdão criou diversas oportunidades no primeiro tempo. Dominou grande parte do duelo, mas pecou nas finalizações, que, em duas vezes, pararam no poste da meta do goleiro Márcio. O grande lance da etapa inicial ocorreu aos 33min. Rafael Cruz invadiu a área alviverde e foi derrubado pelo zagueiro Pereira. O árbitro assinalou a penalidade, que o arqueiro Márcio bateu e tirou o zero do placar.

Nova falha de Edson Bastos determina derrota alviverde

O Coritiba voltou para a etapa final com o mesmo objetivo: pressionar o adversário logo no início. A opção surtiu efeito e o Verdão quase empatou com Jonas, no primeiro minuto. A defesa do Atlético-GO se segurava como podia. Com Willian já pendurado com o cartão amarelo, o técnico Marcelo Oliveira apostou na entrada de Anderson Aquino. Mas não houve tempo para reação. Aos 18min, Edson Bastos saiu errado da meta e Agenor aproveitou para ampliar o marcador: 2 a 0.

O duelo que já terminava sem grandes emoções ficou eletrizante no final. Aos 40min, Anderson Aquino aproveitou rebote do goleiro para diminuir o placar. Apesar da pressão alviverde, o Atlético-GO aproveitou um contra golpe e fechou o placar com Anselmo, aos 48min.