A aposta do Coritiba em fazer promoção com ingressos mais baratos na Série B vem dando certo. Com uma média de 33.952 pagantes por jogo, o Coxa já tem a terceira melhor marca do Brasil, atrás apenas de Flamengo (46.406) e São Paulo (36.640). Sem falar que, mesmo com entradas mais baratas, o clube já arrecadou quase R$ 1 milhão em renda nos três primeiros jogos, e mais de R$ 2 milhões em ganhos diretos e indiretos.

“O resultado não poderia ter sido melhor. Além do retorno financeiro, pois, ainda que seja uma promoção, traz benefícios do ponto de vista pecuniário, o maior resultado é a presença dos torcedores no estádio, tal qual foi visto nas últimas três partidas. Na perspectiva da contabilidade, o clube já calcula mais de R$ 2 milhões de ganhos diretos e indiretos dentro das ações promocionais, patrocínios e ativações”, declarou o clube, via assessoria de imprensa.

+ Leia também: Umberto Louzer deve fazer mudanças no Coxa contra o América-MG

Apesar do valor baixo de ingressos – R$ 15 por três partidas (Londrina, Cuiabá e Paraná), além da entrada gratuita contra a Ponte Preta -, o Alviverde vê como positiva a promoção, já que um estádio cheio atrai patrocinadores e uma rentabilidade indireta, como vendas de camisas e consumos.

“Os recordes de públicos estão sendo batidos e a viabilidade da ação está aumentando o número de sócios, com ganhos variados, incluindo de catering e venda de espaços pontuais”, completou o clube. No último jogo, por exemplo, o Coritiba bateu o recorde de público dos últimos 12 anos.

+ Mais na Tribuna: Coritiba quer evitar a ‘Rodrigãodependência’

Vale lembrar que para viabilizar a promoção, o Coxa teve de custear metade do valor das entradas. Segundo os balaços financeiros das partidas, cada ingresso promocional é cobrado R$ 10,00.

E esta estratégia já refletiu em patrocínio. O grupo Madero foi o primeiro a estampar a camisa alviverde. Além do jogo de estreia, em que marcou a despedida do ídolo Dirceu Krüger, o grupo alimentício renovou o patrocínio para mais seis partidas.

+ Confira a classificação completa da Série B

Para manter os números, tanto de lucros como de apoio nas arquibancadas, o clube apostará em novas promoções, que serão lançadas após a parada da Copa América.

“O clube trabalha fortemente em uma campanha de marketing para novas associações e para os atuais sócios, que deve ser lançada após a Copa América. Paralelamente a isso, se estuda uma política de venda de lotes de ingressos promocionais. A ideia é inovar completamente o que foi realizado até hoje, considerando o apoio da torcida que nunca abandona”, finalizou.

+ APP da Tribuna: as notícias de Curitiba e região e do Trio de Ferro com muita agilidade e sem pesar na memória do seu celular. Baixe agora e experimente!