É quase certo que para a final do Campeonato Paranaense o Coritiba não possa contar com o atacante Kleber, pelo menos no primeiro jogo da decisão, que acontece no dia 1º de abril. O jogador ainda se recupera da lesão muscular na coxa e apesar de estar presente no treinamento realizado nesta segunda-feira (26), no CT da Graciosa, participou apenas de trabalhos individuais, não sendo incorporado às atividades do grupo. O atleta seguirá no departamento médico e a expectativa é que ele possa, pelo menos, ficar à disposição do técnico Sandro Forner para o jogo de volta da grande final, no dia 08/04.

Este ano, o Gladiador atuou em apenas cinco partidas e marcou um gol, no jogo contra o Rio Branco, na segunda rodada da Taça Dionísio Filho. Somando as duas fases do Campeonato Paranaense e a Copa do Brasil, o Coritiba já entrou em campo 17 vezes.

Já o zagueiro Alex Alves e o volante Vitor Carvalho, que estavam também vetados pelo departamento médico do clube, já estão em fase de transição e estão muito próximos de serem incorporados ao elenco. Possivelmente os dois estejam relacionados no time que enfrentará Atlético ou Londrina, mas não se sabe ainda se estarão na lista dos titulares, já que depois de mais de um mês em recuperação terão preparo para encarar os 90 minutos da partida.

O adversário do Coxa para a finalíssima será conhecido amanhã, depois da final da Taça Caio Júnior. O Rubro-Negro recebe o Tubarão na Baixada, às 20h, em jogo único.