Coritiba e Operário se enfrentam nesta quinta-feira (24), pela 31ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro, e, antes de entrarem em campo, uma polêmica já ronda o confronto paranaense. Isso porque o Coritiba está realizando uma promoção de ingresso no valor de R$ 5 para seus torcedores, porém, está cobrando R$ 150 no setor visitante, o que vai contra o Regulamento Geral das Competições, da Confederação Brasileira de Futebol (CBF). O preço diferenciado deveria também estar disponível à torcida adversária.

Os dois times ainda brigam pelo acesso à Série A. O Coritiba é o atual quarto colocado na tabela da Segundona, com 47 pontos, enquanto o Fantasma é o nono, com 43, porém ainda com chances matemáticas a oito rodadas do fim da competição. Portanto, o duelo poderá ser essencial para que o time vitorioso esteja mais próximo ao acesso.

+ Leia mais: Lateral do Coritiba é apontado por jornal britânico como futura promessa

De acordo com o Art.85 inciso 4º do regulamento geral das competições 2019, “os preços dos ingressos para a torcida visitante deverão ter necessariamente, nos respectivos setores do estádio ou equivalente, os mesmos valores dos ingressos cobrados para a torcida local”, diz o trecho.

O presidente do grupo gestor do Operário, Álvaro Góes, disse não concordar com a decisão do Alviverde em relação aos preços diferentes praticados, mas disse que não vai tomar nenhuma atitude jurídica em relação aos valores dos ingressos. “Acho totalmente errado, mas é um desgaste correr atrás disso por meio da justiça. Não adianta também acionar a Federação (Paranaense de Futebol), pois eles não podem fazer nada. Vai da consciência de cada um”, explicou o mandatário à Tribuna do Paraná.

Goés deu a entender que a conduta do adversário poderá ser respondida à altura. “O presidente Samir (Namur) quis fazer, não tem problema, ele faz como achar melhor, mas tudo tem volta. Teremos o Campeonato Paranaense e, quem sabe, o Brasileiro do ano que vem”, afirmou, deixando a escolha pelos valores diferenciados a cargo do mandatário coxa-branca.

+ Confira a classificação completa da Série B!

“Se ele acha que está certo, ’beleza’, vamos ver depois o resultado”, disse. Vale lembrar que no encontro entre os times, no primeiro turno, os valores dos ingressos foram de R$ 150, mas tanto para visitantes quanto mandantes. Como o time dos Campos Gerais ainda tem chance de brigar pelo acesso, a presença da torcida pode ser importante para o Fantasma no Couto Pereira.

“Se o torcedor não concordar e achar necessário tem que ir atrás, acionando o Procon, o estatuto do torcedor”, detalhou Góes. Por meio da assessoria de imprensa, o Coritiba explicou que os locais em que estão sendo praticados o valor promocional não equivalem ao setor visitante, portanto, não há violação do regulamento da CBF.

“O ingresso do setor curva da Mauá, similar ao local destinado ao time visitante, está sendo comercializado por R$ 150. Existe também uma venda com condição especial apenas para sócios do clube”, disse a nota enviada à Tribuna do Paraná.

Leia mais:

+ Com Jorginho, Coxa melhora aproveitamento, mas ainda não convence
+ Tem promoção de ingresso a R$ 5 pro jogo contra o Operário