Mesmo com Bruno sendo decisivo (com os pés) na classificação diante do Fortaleza, o Coritiba segue olhando o mercado na busca de goleiro mais experiente. Após sondar Dida, o clube paranaense agora mira Aranha.

Sem espaço no Palmeiras, após conseguir a rescisão judicial com o Santos, o goleiro de 34 anos jogou apenas uma vez no Campeonato Paulista. Com o objetivo de atuar na temporada, a chance de se transferir é, até certo ponto, possível.

A expectativa é maior se olhar pela situação alviverde, que tem dois jogadores da equipe paulista para trazer nesta temporada, como parte do acordo da venda do volante Robinho no início da temporada. Mazinho, o primeiro a vir, foi emprestado ao Oeste. Entretanto, Aranha não está na lista disponibilizada pelo clube de São Paulo.

Na semana passada, o Coritiba conversou com o empresário do atleta, Souza Gutemberg, que estava de passagem na capital paranaense. “É (uma negociação) difícil, ainda está no início”, simplificou o agente.

Dida

O goleiro do Internacional ficou distante do Alto da Glória. Com a classificação colorado na quarta-feira, contra o Atlético-MG, para as quartas de final da Copa Libertadores, a liberação do jogador de 41 anos ficou complicada. “Nós estudamos a situação do Dida. O jogador se interessou com nosso contato, mas desanimou. Ele só poderia fechar depois da segunda fase da Libertadores”, explicou o vice-presidente de futebol do Coritiba, Ernesto Pedroso, em entrevista para a rádio Grenal.

Descanso! Leia mais do Coxa na coluna do Massa!