Noite chuvosa de sábado (16) em Curitiba e um drama no Couto Pereira, onde o Coritiba se complicou ainda mais no campeonato ao perdeu para o Criciúma por 2 a 1 e viu o time o catarinense ultrapassar a equipe alviverde na tabela de classificação.

O Coritiba entrou em campo escalado com Robinho e Emerson Santos na articulação das jogadas e com Alex e Deivid no ataque, mas tinha enormes dificuldades de suplantar o time do Criciúma, que marcava forte e saia rapidamente nos contra-ataques, sobretudo com Lins e Wellington Paulista.

Contudo, os planos de Péricles Chamusca começaram a se complicar quando aos 22 minutos Robinho foi derrubado e saiu de campo para ser atendido. O meia ainda tentou retornar, mas deixou o gramado aos 27 minutos para a entrada de Vitor Júnior.

Um minuto depois da substituição alviverde saiu o gol do Criciúma. Escanteio pela esquerda, Ricardinho manda a bola no primeiro pau e Wellington Paulista desvia para o gol.

O gol fez com que o Coritiba se desorganizasse e abrisse ainda mais espaços para o Criciúma, que teve ao menos mais duas chances para ampliar o marcador, mas falhou nas finalizações.

Sem criação de jogadas, o Coritiba voltou para o segundo tempo alçando bolas na área do time catarinense, que continuou fechado na defesa e apostando nos contra-ataques, e foi em um desses lançamentos que Júnior Urso meteu a cabeça na bola para empatar a partida, aos 24 minutos.

Contudo, o Coritiba sequer teve tempo de comemorar, pois um minuto depois, em um cruzamento vindo da direita, Gil não alcançou a bola e Lins dominou e fuzilou o gol de Vanderlei.

Depois do segundo gol, o Coritiba se desestabilizou de vez e não foi capaz de furar a defesa do Criciúma, que saiu de campo com a vitória. Agora, para não entrar na zona do rebaixamento, o time alviverde terá que torcer para que Fluminense e Bahia não vençam os seus jogos neste domingo.