O começo do segundo turno da Série B do Campeonato Brasileiro pode ser decisivo para o Coritiba. O técnico Umberto Louzer, depois da boa campanha realizada na primeira parte do torneio, já comentou da importância dos confrontos diretos para a manutenção das primeiras posições. A começar pelo duelo desta sábado (31), contra a Ponte Preta, às 16h30, no Moisés Lucarelli, o Coxa terá pela frente cinco concorrentes na luta pelo acesso nesta reta inicial da segunda metade da Segundona.

+ Leia também: Contra a Ponte, Coxa reencontrará velho conhecido e último algoz

Além do embate contra a Macaca, o Alviverde encara ainda Atlético-GO e CRB, no Couto Pereira, além de Londrina e Cuiabá, fora de casa. Assim, vai colocar à prova sua sequência invicta de dez partidas e, mesmo sem ter uma meta de pontos estabelecida, sabe que se sair bem nas cinco próximas rodadas, estará ainda mais perto de conseguir o acesso.

“Temos consciência de que todos os jogos são importantes. Claro que os confrontos diretos tem um pouco mais de importância, são jogos mais difíceis. São adversários que estão brigando com a gente e temos que ter total atenção. São jogos realmente importantes, mas em cinco jogos, tratando dos cinco primeiros do segundo turno, acredito que não define quem vai subir, quem será campeão ou quem não conseguirá subir, mesmo sendo muito importantes”, avaliou o lateral-esquerdo William Matheus.

+ Mais na Tribuna: Coritiba encontra equilíbrio na Série B, especialmente na zaga

Desses próximos cinco confrontos, apenas Atlético-GO e Cuiabá estão mais próximos do Coritiba na classificação. Mas a ideia é não deixar os times que estão próximos ao G4 subirem na tabela. Caso da Ponte Preta, que ocupa a décima posição na classificação e tem sete pontos a menos que o Coxa.

+ TRIBUNA ESTREIA SEU PODCAST DE FUTEBOL PARANAENSE! SAIBA COMO BAIXAR E OUVIR O PODCAST DE LETRA!

“Isso é importante. Claro que quando a gente joga contra um adversário próximo na tabela tem a preocupação de não deixar encostar. Vai ser um jogo difícil. Acho que a gente tem que estar focado no nosso trabalho, somar os pontos para, no final do campeonato, estar comemorando o acesso”, acrescentou William Matheus.

Com todo o segundo turno para ser disputado, as contas para conseguir o acesso ainda não foram feitas. Mas o Alviverde sabe que se pelo menos repetir a campanha feita até agora conseguirá voltar à elite do futebol brasileiro do ano que vem. Por isso, a ideia é manter a regularidade que conseguiu atingir, especialmente nas últimas dez rodadas.

+ Confira a classificação completa da Série B!

“Estamos há alguns jogos sem perder e a gente procura manter isso. O importante é poder subir. A gente trabalha para conquistar as vitórias, sempre estar fazendo os pontos fora de casa e conseguir também um bom desempenho em casa. Nosso trabalho é em cima disso e com essa regularidade até o final vamos buscar o acesso. Sinceramente não fiz conta nenhuma (para conseguir o acesso). Nos jogos fora, conseguindo quatro de seis pontos, está muito bom. Repetindo isso conseguiremos subir”, finalizou o lateral.