Foi no sufoco! Diante do lanterna da Série B, o Coritiba mais uma vez patinou, mas conseguiu um resultado fundamental para seguir olhando pra cima na tabela. A vitória por 2×1 sobre o Boa Esporte, na noite de terça-feira (4), no Couto Pereira, foi um reflexo do Coxa nessa Série B, de um time que luta, se esforça, mas encontra dificuldades para conseguir algo melhor, esbarrando nas próprias dificuldades.

No entanto, apesar do placar apertado contra o último colocado, que em alguns momentos do jogo foi até superior e levou perigo, o Alviverde tem pontos positivos a se destacar, como mais uma vez a boa atuação do atacante Guilherme Parede, a movimentação do atacante Bruno Moraes, que deu um belo passe para o gol de Parede, e também a criação de Jean Carlos, que articulou as principais jogadas do Alviverde.

LEIA TAMBÉM: Coxa processa o Atlético na Justiça

Aos poucos, a impressão que dá é que o técnico Tcheco está conseguindo ajustar a equipe taticamente e tirar o melhor de seu elenco. Ainda é preciso corrigir alguns pontos defensivamente. Mesmo com um a menos durante metade da etapa final, o Boa Esporte chegou a ameaçar, principalmente em bolas aéreas, como, inclusive, surgiu o gol, após cobrança de escanteio, com Juninho Potiguar livre na pequena área.

A vantagem, dessa vez, foi o Coritiba ter saído na frente no placar. Logo aos 11 minutos, Rafael Lima, até meio sem querer, empurrou para as redes após escanteio cobrado por Jean Carlos. Mesmo que em seguida tenha sofrido o empate, e por pouco não levou a virada – o gol saiu, mas em impedimento -, o Verdão teve a tranquilidade de buscar a vitória, o que não vinha acontecendo nas partidas anteriores em casa, justamente por não conseguir balançar as redes.

SAIBA MAIS: Ex-Coritiba, Kléber jogará a Série B pelo São Bento

Mas só no segundo tempo, com o belo gol de Guilherme Parede, é que o Alviverde ganhou a – pouca – torcida que foi ao Alto da Glória. Pouco mais de quatro mil pessoas apenas estiveram presente, um reflexo do baixo rendimento do time, que, na frente no placar, se soltou e buscou o terceiro gol, que acabou não saindo.

O que fica de positivo é nos últimos dois jogos o Coxa mostrou evolução. Conseguiu duas importantes vitórias consecutivas, o que não acontecia desde a terceira rodada. Mesmo aos trancos e barrancos, o triunfo veio e acabou com uma sequência negativa.

Confira a classificação completa da Série B

Resta, agora, seguir com essa melhora e resgatar a confiança para, na reta final, se aproximar mais ainda do G4. No entanto, sem cometer os constantes erros que acabam prejudicando uma atuação ainda mais confortável, como o que aconteceu contra o Boa em muitos momentos.

+ APP da Tribuna: as notícias de Curitiba e região e do Trio de Ferro com muita agilidade e sem pesar na memória do seu celular. Baixe agora e experimente!