Ainda sem vencer fora de casa na Série B do Campeonato Brasileiro, o Coritiba terá pela frente, nesta segunda-feira (3), às 20h, no Independência, o América-MG, lanterna e único time que ainda não venceu na competição. O Coxa sabe da necessidade de conquistar vitórias fora de casa durante a segunda divisão para brigar pelo acesso e, por isso, vai tentar explorar o desespero do adversário para voltar para casa com os três pontos na bagagem.

“O América-MG não venceu ainda, mas é um time que tem qualidade, que tem vários jogadores que pude atuar do lado. Pelo fato de não ter vencido na competição, por ser lanterna, muita gente acha que vai ser fácil, mas será um jogo difícil. A gente sabe que quando se encontra nessa situação o pensamento é outro. A gente vem em um trabalho que procura estabilidade no campeonato e é um momento que podemos usar a fragilidade do adversário para poder encaminhar mais uma vitória e dar sequência no trabalho”, apontou o volante João Vitor.

+ Leia também: Louzer dá sua cara ao Coxa e busca se consolidar no comando

O volante Matheus Sales, que deve ganhar a vaga de Vitor Carvalho no setor de contenção, destacou a necessidade de vencer essa partida para o time conseguir se manter na briga pelo acesso. Somente assim, segundo ele, o Verdão seguirá lutando na parte de cima.

“O América-MG está na lanterna, mas acho que é um time que vem sempre brigando para subir. Quando não sobe, está brigando. É um time que tem capacidade para sair daquela situação, mas temos que pensar que não temos nada a ver com a situação deles. Precisamos ir lá e ganhar o jogo. Nós, que pensamos em subir, ganhar fora de casa é essencial. Temos que continuar fazendo a semana boa e buscar a vitória”, acrescentou ele.

+ Mais na Tribuna: Situação financeira preocupa direção do Coritiba

Para emplacar uma sequência de vitórias, o Coritiba terá que buscar mais regularidade na Série B. O primeiro passo é tentar manter seu nível de atuação nas partidas fora de casa. Para João Vitor, está faltando um nível maior de atenção quando joga longe do Couto Pereira.

“Precisa ter uma concentração a mais. Temos que lidar nos jogos fora da mesma forma como lida no Couto Pereira. É ter o mesmo nível de concentração que temos quando jogamos em casa. Como a gente busca essa estabilidade e regularidade, acredito que a gente vai fazer uma boa partida, até pela conversa que tivemos essa semana, das cobranças. Estamos determinados a fazer boas partidas dentro e fora de casa”, concluiu o volante alviverde.

+ APP da Tribuna: as notícias de Curitiba e região e do Trio de Ferro com muita agilidade e sem pesar na memória do seu celular. Baixe agora e experimente!