Depois de confirmar oficialmente a contratação do meia Daniel, ex-São Paulo, na tarde de quarta-feira (15), a diretoria do Coritiba segue ainda em busca de reforços para o setor de criação. O clube trabalha em duas frentes. Tenta as contratações dos meias Anderson, que está vinculado ao Internacional. E também de Cárdenas, que perdeu espaço no Vitória. Só que o colombiano agora também é pretendido pelo São Paulo.

“Nós estamos adiantados nas duas negociações. São dois jogadores promissores para a função que nosso elenco carece, para acabar com as especulações com relação ao meia armador que o Coritiba tanto precisa e tanto quer. Fizemos uma proposta ao jogador Anderson, do Internacional. Mas depende da desvinculação dele com o clube para poder vir para Curitiba. O Cárdenas está na mão do Alex Brasil, que está terminando a negociação”, afirmou o diretor Ernesto Pedroso, em entrevista à rádio Banda B.

Ainda segundo o dirigente, a concorrência do tricolor paulista dificultou um pouco a negociação do time alviverde com o meia Cárdenas. Com isso, apesar da boa proposta feita pelo São Paulo, o meia colombiano ainda pode reforçar o Coritiba para a sequência da temporada de 2017.

"Estamos adiantados nas duas negociações", diz Ernesto Pedroso, vice do Coritiba.
“Estamos adiantados nas duas negociações”, diz Ernesto Pedroso, diretor do Coritiba.

“Atravessou um clube na nossa negociação, isso está nos causando algum constrangimento. Nós procuramos blindar essas informações, mas é difícil e inadmissível as situações da forma como acontecem. Então acho que temos que tomar outras atitudes se, por ventura, formos buscar outros jogadores. O São Paulo agora apareceu com uma proposta mirabolante, o jogador está honrando com o que conversou com o Coritiba, o Vitória está hesitando em fechar negociação conosco, mas acho que hoje ou amanhã até o meio-dia teremos uma definição”, contou Pedroso.

Caso Anderson

A diretoria coxa-branca segue trabalhando também para tentar a contratação do experiente meia Anderson, que não interessa mais ao Colorado. De acordo com Pedroso, o Coritiba pagaria parte dos salários e, em caso de uma negociação com o futebol europeu, o clube teria retorno financeiro. O cartola garantiu ainda que o Verdão formará um bom elenco para as competições de 2017.

“O Coritiba pagaria parte do salário e ficaria com direitos de vitrine do jogador. No caso de ser vendido para a Europa, como é o desejo dele, nós teríamos uma porcentagem bastante interessante. O salário é condizente com a folha salarial do clube e o Internacional pagaria o restante. A torcida pode ficar confiante que nós faremos um belo elenco para o ano de 2017”, arrematou o dirigente.