O Coritiba estreia hoje no Torneio de Florianópolis, tentando engrenar para voltar com tudo e manter o pique na fase pós-Copa da Série B. Para começar bem na disputa, contra o Grêmio, às 19h30, na Ressacada, o Alviverde vai com força máxima.

O objetivo do clube não é só recuperar o fôlego e o entrosamento. O Coxa encara o torneio amistoso com seriedade, para tentar vencer e trazer o simbólico troféu na bagagem.

Na formação, o zagueiro Pereira e o atacante Marcos Aurélio são as principais novidades. No sábado, o adversário será o Avaí e, na segunda-feira, o encerramento acontece contra o Vasco.

Enfrentar times que atualmente disputam a Primeira Divisão do futebol brasileiro motiva os jogadores.

“São três adversários da Série A, três equipes bem qualificadas e são times que se reforçaram também, mas o Coritiba tem um elenco que, apesar de não ter muitos jogadores de nome, vem se dedicando, que abraçam a causa de colocar o Coritiba na Primeira Divisão e vamos bater de frente com essas equipes”, avisa o zagueiro Jeci, que completa: “Como líder digo que, como tem caneco, como tem título, temos que conquistar. Vamos com esse pensamento mesmo tendo que nos adaptar após a parada, por que é o primeiro jogo e a perna está pesada, mas temos capacidade e temos que ir lá e buscar o título.”

Manezinho (nascido em Florianópolis), o volante Marcos Paulo comemora não só a oportunidade de bons jogos contra grandes equipes como também a volta para a terra natal.

“Vai ser um torneio bom, com equipes de Série A e eu estou mais feliz ainda porque vai ser na minha casa. Eu já liguei e mandei levarem faixas e bandeiras e tomara que eles estejam lá sim”, diz o jogador, que é do bairro Monte Cristo, no continente.

Os jogos serão na ilha, mas ele conhece bem a Ressacada e os adversários. “É sempre bom jogar contra times de Série A porque eles dão mais espaço. Nós somos o único time de Série B, mas acho que vamos enfrentar bem eles”, destaca.

Mesmo com a empolgação dos atletas, o técnico Ney Franco ressalta que os jogos fazem parte da programação da intertemporada.

Contra o Grêmio, ele vai de força máxima. Enrico ocupa a vaga deixada por Ariel e ganha oportunidade no ataque ao lado de Marcos Aurélio, que retorna após 60 dias no estaleiro. O zagueiro Pereira também se recuperou e será titular da zaga.