A excursão bem sucedida em São Paulo, de onde o Coritiba trouxe quatro pontos de seis disputados, contra Bragantino e Oeste-SP, resultou em uma melhora significativa do rendimento do time fora de casa. Com 40,74% de aproveitamento longe do Alto da Glória, a equipe comandada por Umberto Louzer já ocupa a 11ª posição entre os clubes no ranking deste quesito. Até agora, foram onze pontos conquistados em nove jogos fora e, contra a Ponte Preta, a ideia é seguir nesta evolução. A partida é neste sábado (31), a partir das 16h30, no estádio Moisés Lucarelli.

+ Leia mais: Coxa lança novos valores para planos de sócios

“Nos dois últimos jogos, de seis pontos, conseguimos quatro. Estamos em uma caminhada boa. Vamos enfrentar um grande adversário fora de casa e que tem nosso respeito. Nossa briga é na parte de cima. Temos que respeitar, mas temos que buscar os pontos”, afirmou o lateral William Matheus.

+ Também na Tribuna: Coxa tem mudança e dúvidas pra encarar a Ponte Preta

Porém, o time sabe que bater a Macaca em Campinas não é nada fácil. Com 27 pontos e na zona intermediária da tabela, a equipe vem sendo pressionada pela torcida e, certamente, vai com tudo para dar uma resposta. É aí que passa a valer, e muito, o equilíbrio emocional do Coxa, que bateu o Vitória na última rodada e está embalado.

+ Confira a classificação completa da Série B!

“O jogo contra a Ponte Preta será de dois times grandes. Será sempre uma partida difícil. Sei que eles estão com pressão lá. Vamos chegar lá, procurar nos impor e fazer uma grande partida para conseguir os três pontos. Independentemente da situação do adversário e se eles estão com treinador novo”, Romércio.