Resolvida a questão no STJD, a comissão técnica reuniu os jogadores para traçar os planos do Coritiba para o restante da temporada. Mesmo liderando o Paranaense e classificado na Copa do Brasil, o técnico Ney Franco avisa que o Alviverde não pode tirar o pé do acelerador e tem que continuar jogando de maneira competitiva.

Principalmente porque a equipe coxa terá uma maratona de jogos decisivos nas duas competições e também terá que começar a Segundona, em maio, atuando fora de casa, como foi no Estadual. Por isso, nada de moleza, a começar amanhã com o Corinthians, que vale o “supermando”.

“Além de falarmos da Série B e da decisão que foi ontem (anteontem, no tapetão), nós estávamos amarrados em relação a planejamento e à tabela. A tabela saiu há uma semana e estávamos amarrados a questão da definição de número de jogos e aproveitamos hoje (ontem) e conversamos com o grupo sobre a Série B, sobre o Paranaense e a Copa do Brasil”, revelou o treinador.

O encontro durou uma hora na sede do CT da Graciosa, longe dos olhares da imprensa. “Demos uma reforçada no elenco pois, nesse momento, vamos ter uma sequência de jogos simultâneos, reta final de Paranaense com jogos decisivos da Copa do Brasil”, disse.

Na visão do treinador, todas as competições estão nos planos e o Coritiba vai em busca de conquistas. “A gente passou esses temas para que possamos entrar em todas as competições fortes e que possamos lutar pelos títulos”, avisou.

Mas, antes de tudo, o time quer garantir o supermando e vai em busca de uma vitória sobre o Timãozinho. “Temos dois jogos e dependemos de uma vitória simples. O primeiro é contra o Corinthians na nossa casa e é nesse jogo que a gente tem que primeiramente conseguir esse objetivo, que é a classificação”, destaca Ney.

No time, a tendência é que ele promova duas alterações em relação à equipe que venceu o Luverdense por 1 a 0 na quarta-feira. O volante Marcos Paulo está suspenso e machucado (lesão no joelho, que deverá afastá-lo dos gramados por até três semanas) e deverá ser substituído por Andrade.

No ataque, Bill está à disposição e deve retomar a camisa 9 de Ariel. Hoje pela manhã, Ney comanda o trabalho que define a equipe, já que ontem o grupo titular fez apenas trabalhos físicos devido ao cansaço pelos jogos seguidos.