Sem grandes contratações, mas com uma vontade enorme de fazer de 2017 um ano melhor do que a última temporada, o Coritiba se apresenta nesta quarta-feira (4) para dar início aos trabalhos da pré-temporada visando as disputas do Campeonato Paranaense, da Copa do Brasil e do Campeonato Brasileiro. Ao todo, serão 25 dias de preparação até a estreia no Estadual, dia 29, diante do Cianorte, no interior do Estado.

O elenco se apresenta à tarde no CT da Graciosa e terá quatro dias de trabalho até a viagem para Foz do Iguaçu, onde o clube complementa os trabalhos da pré-temporada até o dia 21 de janeiro. A exemplo do que tem acontecido nos últimos anos, o time faz a a preparação na tríplice fronteira e utilizará, mais uma vez, a estrutura do hotel Bourbon e do campo do Flamengo, de Foz do Iguaçu.

Nesses primeiros dias de trabalho, em Curitiba, serão realizadas avaliações físicas, médicas, fisioterápicas e cardiológicas. O responsável pela preparação física do clube, Robson Gomes, junto com o restante da comissão técnica alviverde, também dará início aos trabalhos físicos com o elenco. Assim, os primeiros trabalhos com bola, sob a orientação do técnico Paulo César Carpegiani, devem acontecer somente no interior.

Durante a pré-temporada, os trabalhos físicos serão intercalados com treinamentos técnicos e táticos. Estão programados dois jogos-treinos, em Foz do Iguaçu, neste período em que o elenco estará concentrado no oeste do Estado. Ainda sem adversários definidos, os compromissos devem ser nos dias 18 e 21 deste mês. A partir do dia 23, na semana em que antecede a estreia no Estadual, os trabalhos serão retomados no CT da Graciosa.

O clube anunciou, até agora, a contratação de cinco reforços para o início da pré-temporada. Já foram confirmados pela diretoria o zagueiro Werley, os volantes Jonas e Matheus Galdezani e o atacante Rildo. O centroavante Yilmar Filigrana foi contradado, mas a diretoria ainda não fez o anúncio oficial.

Ao final da última temporada, Carpegiani pediu a contratação de pelo menos sete reforços e a diretoria ainda busca contratar pelo menos mais um lateral-esquerdo e mais um meia para este início de temporada. Há uma conversa adiantada com o lateral William Matheus, que defendeu o Fluminense na última temporada.

A principal preocupação, de fato, está no setor de criação do time alviverde. Com as saídas de Juan, Raphael Veiga, Bernardo e César González, o treinador conta apenas com os meias Yan Sasse, Ruy e Thiago Lopes para este setor. Por isso, a tendência é de que antes mesmo da viagem a Foz do Iguaçu, no sábado (7) à tarde, o clube deve confirmar a chegada de pelo menos mais dois reforços.