A máxima do futebol diz que em time que está ganhando, não se mexe. No entanto, mesmo que o Coritiba venha de sete jornadas bem-sucedidas, o técnico Umberto Louzer deve promover ao menos uma alteração no time que encara o Oeste nesta segunda-feira (19), às 20h, em Barueri. E, não à toa. É que o principal reforço do time pra temporada está à disposição. Recuperado de uma lesão após quase um mês no departamento médico, Rafinha está com fome de bola e pede passagem.

+ Leia mais: Números apontam Coxa no caminho certo para o acesso

A se confirmar a presença do ídolo na meiuca do Coxa, quem deve rodar é Giovanni, que pode começar no banco de reservas. Já na meta, mesmo com todo seu retrospecto com a camisa alviverde, Wilson deve seguir fora, uma vez que Alex Muralha fechou o gol e vem sendo decisivo para os resultados do time.

+ Veja também: Coxa pode ter a volta de Rafinha contra o Oeste

Na manhã deste domingo (18), o treinador comandou o último treinamento antes da saída da equipe para uma excursão de quase uma semana pelo interior de São Paulo. A primeira parada é em Barueri, pra encarar o Oeste na abertura da 17ª rodada. Depois, na quinta-feira (22), segue direto para Bragança Paulista, onde terá uma prova de fogo contra o líder do certame, o Bragantino.

+ Mais na Tribuna: Coritiba tem na sua bola parada a sua jogada de peso

Daí a importância da partida contra o Oeste, que tem apenas 18 pontos somados, contra 29 do Coxa. É que o Alviverde está a apenas dois pontos do Massa Bruta e uma vitória contra o primeiro adversário da jornada pelo interior de São Paulo é fundamental pro time seguir sonhando com a liderança. Ainda mais que, na próxima rodada, o Bragantino encara o Criciúma, que está a apenas um pontinho de entrar na zona da degola.

+ Confira a classificação completa da Série B

Se Coritiba e Massa Bruta fizerem a parte deles na 17ª rodada, o jogo da próxima quinta tem tudo pra pegar foto e, apesar da pedreira, um sucesso do Alviverde em Bragança, dará ao time o mesmo número de pontos do atual líder, o que já pode ser um ótimo sinal do encaminhamento do time para o sonhado retorno à elite do futebol brasileiro.

Para o zagueiro Sabino, a atual boa fase do time, que enche a torcida de esperança, tem pelo menos três fatores. “Tivemos uma excelente intertemporada, pudemos trabalhar bastante a parte física. Depois, o jogo contra o Criciúma, que causou revolta por termos jogado abaixo do esperado. E o terceiro contra o São Bento, que foi o momento que mostramos nossa força com o apoio da torcida”. De lá pra cá, o time arrancou de vez na Segundona e não perdeu mais, o que é um bom indício de que o Verdão está no caminho certo.